A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

03/02/2010 13:00

TJ anula indenização a preso por superlotação em unidade

Redação

A 4ª Turma Cível do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) anulou a sentença que condenava o Governo estadual a pagar indenização de R$ 3,5 mil ao estudante Eleandro Miranda Marcondes, preso em Corumbá. Ele pediu indenização porque a penitenciária está superlotada e ele não tem condições de ter trabalho, educação e atividades de lazer.

Em 28 de setembro do ano passado, o juiz de Corumbá, Eduardo Eugênio Siravegna Júnior, condenou o Estado a pagar a indenização a Marcondes. Ele acatou parcialmente o pedido, no qual o interno alega que 393 pessoas dividiam o espaço destinado para 130.

Também alegou que não tem nenhum tipo de atividade considerada sadia, como educação, trabalho, esporte e lazer. Destacou que as celas estão úmidas, sem circulação de ar e com condições de higiene subumanas.

O relator do processo, desembargador Dorival Renato Pavan, afirmou em seu voto, que deve ser aplicado, no caso, o princípio da reserva do possível, pois não se pode impor ao Estado ônus superior à sua capacidade financeira, quando este aplica os recursos para o sistema prisional, no que se refere aos presídios estaduais, dentro da previsão da lei orçamentária. "Ademais, em caso de conflito de interesses, há sempre supremacia do interesse público ante o privado", finalizou.

Desta forma, a 4ª Turma Cível, por unanimidade, deu provimento ao recurso do Estado e julgou prejudicado o recurso da Defensoria Pública Estadual, nos termos do voto do relator. Com a decisão, a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública fica livre da obrigação de indenizar o preso.

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions