A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017

24/07/2009 15:20

TJ concede liminar contra queda no salário de servidores

Redação

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) concedeu liminar a servidores estaduais que tiveram seus salários reduzidos, a partir de cortes em bonificações feitas pelo governo em processo de reenquadramento.

A decisão do desembargador João Maria Lós beneficia grupo de 7 servidores, mas pode ser estendida a todos os atingidos pela medida.

Outras ações semelhantes já tramitam na Justiça e devem ser julgadas nos próximos dias.

Segundo dados do Sindsad (Sindicato dos Trabalhadores e Servidores da Administração do Estado de MS), centenas de funcionários públicos já foram atingidos pelos cortes do governo, principalmente da Setass, Sad e Agesul.

Na prática, alguns servidores foram "remanejados" de suas funções durante a administração de Zeca do PT. Uma reforma administrativa promovida na gestão passada reaproveitou trabalhadores, promovendo concessão de bonificações, como adicional de função.

"Alguns já estavam acumulando estas funções há algum tempo, outros estavam fazendo trabalhos menores, e tinham potencial para ocupar novas funções, e acabaram sendo remanejados", explicou a advogada Ceres Gonçalves Pereira, secretária-geral do sindicato.

De acordo com ela, o governador André Puccinelli (PMDB) pôs fim ao programa de enquadramento, ou seja, cortou os adicionais por capacitação, e servidores não concursados que tiveram promoção anteriormente, acabaram com salários cortados até pela metade.

O sindicato já deu entrada com mais de 300 mandados de segurança, devido a esta questão de queda salarial. Mesmo tendo ciência de que o mandado de segurança é temporária, e que ainda cabe recurso, a advogada comemora a decisão.

"Outras ações estão nas mãos de outros grupos de desembargadores, e esta decisão abre um precedente para outras decisões favoráveis", analisou.

Na próxima terça-feira, um novo grupo de servidores ingressará com ações semelhantes, revelou a sindicalista.

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 16 milhões na próxima quarta-feira
O prêmio de R$ 11,5 milhões sorteado pela Mega-Sena neste sábado (21) ficou sem vencedor, acumulando em R$ 16 milhões que voltam a ser sorteados na p...
Câmara analisa mudanças em lei de planos de saúde para beneficiar idosos
A Câmara dos Deputados analisa um projeto de lei que pretende alterar a legislação atual que regula o funcionamento dos planos de saúde no país. Entr...
Percepção de pouco risco de doenças faz jovens não se protegerem durante o sexo
A ampla divulgação de que a aids é uma doença que tem tratamento eficaz dá às pessoas, principalmente aos jovens, a falsa sensação de proteção e faz ...
ANS quer limitar valor pago por usuários em planos de saúde com coparticipação
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) quer limitar o valor que os planos de saúde podem cobrar pela coparticipação, quando o usuário paga uma...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions