A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/06/2009 15:38

Trad prepara Capital para Copa, apostando em reviravolta

Redação

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), não perdeu a esperança da Capital sediar algum evento ou até mesmo substituir uma das 12 subsedes da Copa do Mundo de 2014. Com este objetivo, ele oficializou o lançamento de 13 projetos de mobilidade urbana, orçados em R$ 697.896.170,13.

Estas obras seriam realizadas para preparar a cidade para a Copa do Mundo. Apesar da escolha de Cuiabá, o prefeito decidiu manter os programas e preparar Campo Grande para um dos eventos, como a Copa das Confederações, abrigar uma das seleções ou outros eventos alusivos à competição.

Nelsinho Trad não descarta nem mesmo a possibilidade de Campo Grande ser incluída para ser uma das subsedes da Copa de 2014, caso a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) descarte algumas das 12 escolhidas. Ele citou que na Alemanha três cidades foram substituídas após a pré-seleção.

Os 13 projetos foram encaminhados ao Ministério das Cidades para serem incluídos no PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) da Mobilidade Urbana. "Não vamos ficar chorando o leite derramado, com ou sem Copa, vamos atrás dos recursos", ressaltou.

Ele disse ainda que mostrará os projetos ao presidente da CBF, Ricardo Teixeira, para mostrar que os custos de Campo Grande são "módicos em relação as outras cidades". Citou valores de outros projetos, que estariam orçados entre R$ 3 bilhões e R$ 25 bilhões.

Segundo Nelsinho Trad, se alguma cidade for excluída, Campo Grande estará pronta, daqui três anos, para sediar qualquer evento alusivo a Copa do Mundo. Ele confirmou que os recursos ainda não estão liberados. "Sei o caminho das pedras em Brasília e vou bater de porta em porta (dos ministérios)", afirmou.

"Se encher a paciência deles, vou conseguir alguma coisa", contou o prefeito, sobre a tática para obter os recursos nos ministérios, que vão estar voltados para preparar o Brasil para sediar o Mundial de 2014.

Nelsinho Trad sinalizou que aceitou a ajuda oferecida pelo presidente da CBF, Ricardo Teixeira, que encaminhou uma carta se colocando a disposição da prefeitura de Campo Grande. O encontro será marcado na próxima semana.

Na carta, Teixeira se eximiu de responsabilidade da exclusão de Campo Grande, destacando ter sido uma escolha feita pela FIFA. Na ocasião, ele se apresentou para ajudar Campo Grande a buscar algum evento da Copa para agregar valor à cidade.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions