A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

11/03/2011 10:51

Desastre natural no Japão mobiliza comunidade nipônica em MS

Marta Ferreira e Ricardo Campos Jr

Mais de 11 mil pessoas do Estado vivem no País, distante da região mais atingida

Sul-mato-grossenses ficam em região que não teve tantos estragos, segundo Associação. (Foto: João Garrigó)Sul-mato-grossenses ficam em região que não teve tantos estragos, segundo Associação. (Foto: João Garrigó)
Onda engole o que encontra pela frente na costa do Japão. (Foto: CNN Internacional)Onda engole o que encontra pela frente na costa do Japão. (Foto: CNN Internacional)

A catástrofe natural que atingiu o Japão nesta madrugada trouxe preocupação para a comunidade nipônica em Mato Grosso do Sul, por causa dos mais de 11 mil sul-mato-grossenses que moram no País asiático. Além disso, muitos moradores do Estado tem parentes vivendo no Japão e acordaram hoje com a notícia dos terremotos e tsunami que atingiram o País.

Um QG de informações foi montando na Associação Nipo Brasileira, em Campo Grande, para centralizar a transmissão de informações e a busca de contato com pessoas do Estado que estão no Japão.

“Todos nós estamos preocupados, a imagem que nos vimos foi assustadora”, traduziu o presidente da Associação Nipo Brasileira, Bernardo Tibana.

Por enquanto, as notícias são de que nenhum brasileiro está entre as vítimas e não foi localizado morador de Mato Grosso do Sul na região atingida.

De acordo com Tibana, os sul-mato-grossenses que vivem no Japão estão concentrados na região central do País, mais industrializada, próximo a Tokio, Nagoya e Yokoama, onde houve tremor de terra, mas numa magnitune à qual quem vive lá já está acostumado.

O epicentro do terremoto foi a 400 quilômetros de Tókio.

Depois de tsunami, cidade arrasada no norte do Japão. (Foto: Reuters)Depois de tsunami, cidade arrasada no norte do Japão. (Foto: Reuters)
Após conseguir contato com sobrinho no Japão, Acelino distribui informações por telefone. (Foto: João Garrigó)Após conseguir contato com sobrinho no Japão, Acelino distribui informações por telefone. (Foto: João Garrigó)

Comunicação dificil- O consultor Múcio Marinho, do projeto Dekassegui, do Sebrae, que oferece apoio aos brasileiros que vão para o Japão em sua volta ao País, informou que já foram feitos contatos com pessoas que estão nessa região e elas relataram dificuldades relacionadas à telefone e ao transporte, uma vez que os serviços foram interrompidos por causa do desastre natural.

Para Acelino Sinjo Nakasato, foi uma manhã de tentativas de falar com o sobrinho, Celso Oshiro, que está na região de Gunma. A ligação só se completou por volta das 10h e o relato foi de um Japão paralisado, mas sem grandes estragos na cidade onde o sul-mato-grossense está.

Após falar com o sobrinho, Nakasato atendeu várias ligações de pessoas querendo saber informações sobre amigos e parentes que vivem no Japão.

Há, desde já, uma preocupação com o futuro, e os impactos do desastre natural na economia do País. “Pode ser que muita gente tenha de voltar”, diz Tibana.

Apesar da preocupação, o clima na Associação é de calmaria e tranquilidade. As notícias são acompanhadas principalmente pela internet e via televisão.

Imagem é de destruição nos locais atingidos. (Agência Reuters)Imagem é de destruição nos locais atingidos. (Agência Reuters)
Último sorteio da Mega-Sena na semana pode pagar até R$ 23 milhões
Neste sábado (18) o último dos três sorteios da semana da “Mega-Sena dos Pais) pode pagar para um ou mais acertadores até R$ 23 milhões. Durante os o...
Gabaritos do Enceja já estão disponíveis no site do Inep
O Ministério da Educação (MEC) divulgou no final da tarde de hoje (17) gabarito oficial do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens...


gracas ao bom deus consegui tranquiliza minha familia, que viveu aki comigo a 16 anos, e faz seis meses que estou distante deles, a distruicao foi total na regiao os mercado 24 hs do japao ja nao se encontra agua e outras coisas. agora aki nesses momento precisos todos os brasileiros uniao. assim que puder estou voltando para campo grande ms.
 
jose ricardo delmondes em 11/03/2011 11:38:39
É muito triste ver essas imagens.Pricipalmente para quem não está envolvido , no cinistro, a todas as pessoas brasileiras é japonesas. só deus pode ter miséricordia de todos?
 
valdeci da matta figueiredo em 11/03/2011 03:52:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions