A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/04/2008 15:38

Tribunal de Contas multa Jardim, Sonora e a Agiosul

Redação

Dentre nove processos julgados pelo Tribunal de Contas do Estado nesta terça-feira, oito foram reprovadas pelos conselheiros. No total, terão de ser devolvidos aos cofres públicos R$ 211.165,56 por conta de contratos irregulares firmados pelas prefeituras de Sonora, Jardim e pela Agiosul (Agência Estadual de Imprensa Oficial de MS).O prefeito de Sonora, Zelir Antônio Maggioni, terá de devolver R$ 204.199,02, e pagar multa de 200 Uferms (cerca de R$ 2,6 mil). A irregularidade foi encontrada na prestação de contas referente a contrato de 2006, com o Auto Posto Pantanal, para fornecimento de combustível aos veículos do município.

Em Jardim, o problema foi detectado na prestação de contas sobre serviços médicos, o que provocou a impugnação de R$ 2,5 mil e multa de 50 Uferms (R$ 651,00) ao prefeito Evandro Antônio Bazzo.O diretor-presidente da Agiosul, Jamil Felix Naglis Neto, também foi punido por irregularidade na aplicação de R$ 4.466,54 e multado em 100 Uferms (R$ 1.3 mil), por causa problemas em contrato de compra de peças de reposição para máquinas gráficas em 2004.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions