A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

22/02/2010 19:38

Uniderp rebate acusações e nega extravio de cheques

Redação

Através de nota encaminhada ao Campo Grande News, a assessoria de imprensa da Anhanguera/Uniderp informa que possui uma Central de Relacionamento para atendimento de solicitações relativas a procedimentos e emissão de documentos referentes à vida acadêmica dos estudantes.

Isso, porque na manhã de hoje, conforme noticiado no site, o primeiro dia letivo na instituição foi marcado por reclamações de alunos que afirmaram não conseguir frequentar as aulas.

Dois casos foram citados na reportagem: o de Marlene Loureiro de Almeida, 57 anos, que disse ter renegociado as pendências do curso de Direito com cheques pré-datados, que acabaram sendo extraviados e por isso acabou sendo impedida de entrar na instituição e o de Paulo Henrique Gomes de Assis Junior, bolsista do Prouni (Programa Universidade para Todos), que por falta de turma não pôde cursar Direito ano passado, efetuou a matrícula e hoje não conseguiu entrar no local.

A Uniderp esclarece que não houve extravio de cheques relativos às parcelas de negociação e que a situação dos dois acadêmicos já foi resolvida.

Ainda de acordo com a assessoria da instituição, para garantir a segurança e integridade da comunidade acadêmica, a entrada de pessoas nos campus é controlada: alunos regularmente matriculados utilizam cartão de acesso, funcionários e professores possuem cartões de identificação e visitantes devem se identificar na recepção central.

Em dezembro do ano passado, os acadêmicos foram informados sobre a necessidade de regularizar a matrícula, segundo a assessoria. Por isso, a Uniderp disponibiliza, inclusive planos facilitados para negociação de débitos anteriores.

Para realizar os procedimentos de matrícula é disponibilizada infra-estrutura e recursos humanos que auxiliam os estudantes a resolverem as questões em um menor intervalo de tempo possível, de acordo com a nota à imprensa. Mas como muitos estudantes procuraram a instituição para regularizar a situação só nesta segunda-feira, aconteceu uma sobrecarga na Central de Relacionamento, conforme especificou a assessoria de imprensa.

Na manhã desta segunda-feira, a reportagem do Campo Grande News constatou lotação na sala de atendimento aos universitários. A reclamação geral era pertinente a questões envolvendo matrículas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions