A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

23/05/2011 09:57

Vistorias do Incra em assentamentos prosseguem hoje em Iguatemi

Fabiano Arruda

As vistorias do Incra/MS (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em lotes de assentamentos na região Sul de Mato Grosso do Sul prosseguem nesta segunda-feira pelo município de Iguatemi, a 466 quilômetros de Campo Grande.

Os levantamentos são realizados pelo instituto desde o dia 2 deste mês e se concentraram, até sexta da semana passada, na fazenda Itamarati e outros assentamentos em Ponta Porã. Só na fazenda e ao redor do município são 3,4 mil lotes.

A partir de hoje, além de Iguatemi, as vistorias serão em Paranhos e Tacuru e levarão esta semana e a próxima. São mais de 1,6 mil lotes a serem visitados pelas equipes do órgão.

Os municípios de Naviraí, Nova Andradina, Nova Alvorada do Sul, Amambaí, Anaurilândia, Angélica, Glória de Dourados, Itaquiraí, Japorã, Juti, Paranhos, Rio Brilhante e Taquarussu também receberão as equipes do Incra.

Ao todo, no Sul do Estado, existem aproximadamente 14 mil. Os técnicos do órgão têm por objetivo vistoriar todos os 68 assentamentos da região, em cumprimento da decisão liminar proferida na ação cautelar da 1ª Vara Federal de Naviraí.

O levantamento, que tem encerramento previsto para 15 de agosto, investiga se os lotes estão com os donos originais ou abandonados e é uma exigência da justiça federal para liberar novas aquisições de terra. O processo é condicionado para destravar a reforma agrária.

O pedido partiu do MPF (Ministério Público Federal), após a descoberta de participação de funcionários do Incra e líderes de movimentos sociais na venda e regularização de lotes ocupados ilegalmente, através da emissão de documentos falsos. O esquema foi revelado durante a operação Tellus, realizada pela PF (Polícia Federal).

Incra encerra nesta semana vistoria de lotes em Ponta Porã
A vistoria de lotes, iniciada no dia 2 de maio pelo Incra/MS (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), termina nesta semana em Ponta Por...
Vistoria do Incra em Ponta Porã já visitou 1600 assentados
O Incra (A superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em Mato Grosso do Sul já vistoriou cerca de 1600 lotes somente no...
Incra detecta 20% de lotes irregulares na fazenda Itamarati
A vistoria de lotes, iniciada no dia 2 de maio pelo Incra/MS (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), detectou pelo menos 20% de lotes ...
Em uma semana, Incra vistoria cerca de mil lotes na fazenda Itamarati
Cerca de mil lotes foram vistoriados pelo Incra/MS (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), na semana passada, na fazenda Itamarati, em...


GOSTARIA DE AINDA TER O MEU PEDACINHO DE TERRA, POIS FUI CRIADO NA ROÇA COM O MEU PAI. MAS SEMPRE NAS TERRAS DOS OUTROS PAGANDO RENDAS MUITO CARAS, E ELE VEIO A FALECER E NAO CONSEGUIMOS COMPRAR. SO QUE EU NUNCA ACHEI SERTO ESSE TIPO DE REFRMA AGRARIA. FAMILIAS EMBAICHO DE LONAS 02/OU MAIS ANOS ISSO E MUITO TRISTE PARA UM BRASILEIRO (A) E SÓ PARA ARRUMAR VOTO E SO POLITICA. ESTOU MUITO CONTENTE COM ESSA FISCALIZASAO .POIS TERRA GANHADA NAO SE VENDE E NEN TROCA E PARA SER CULTIVADA PARA O SUSTENTO DA familia. ass. josé m vieira. vendedor
 
jose moreira vieira em 23/05/2011 10:16:38
agora sim, teremos alguns presidente de sindicato sendo observado de perto, muitos fazem o que querem e acham que não dá nada, espero que além de regularizarem os lotes, prendam esses presidentes que vendem lotes de assentados e saem ganhando com isso. VERIFIQUEM EM SINDICATOS DAQUELA REGIÃO, pois tenho certeza que tem presidente com lotes, não só dos assentamentos mas em outros lugares. VERIFIQUEM BEM.
 
joao paulo em 23/05/2011 09:22:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions