ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  16    CAMPO GRANDE 28º

Amor em 4 Patas

Orientações para um passeio tranquilo com seu pet

Por Dra. Larissa Meurer (*) | 01/12/2021 09:45

Os cães adoram um passeio, afinal é muito entediante estar sempre no mesmo lugar e muitas vezes sem nada pra fazer. Por isso o passeio sempre é um momento de muita alegria, se você estiver preparado. Se você não estiver devidamente preparado, o momento de lazer pode se tornar um pesadelo. Então pega um papel e caneta e anota essas orientações e o check list do passeio.

EQUIPAMENTO IDEAL 

Nunca passeie com seu pet apenas na coleira, é horrível ser puxado pelo pescoço, e pode dar dor no pescoço, na coluna e nas articulações. Raças como os salsichinhas, que possuem predisposição á problemas de coluna são os que mais sofrem quando são puxados pelo pescoço na coleira.

Para animais de pequeno e médio porte use peitoral, afinal é onde a força do seu cãozinho está. Para animais de grande porte infelizmente é necessário o uso de enforcador e focinheira, se não for assim dificilmente você terá o domínio sobre seu cão, ele vai te arrastar e você vai desanimar de passear, afinal vai voltar muito cansado dos passeios em que o cão te leva, e não o contrário.

E nunca em hipótese alguma deixe seu pet solto, você nunca sabe quando vai passar uma moto barulhenta, alguém soltar fogos, ou qualquer outra coisa que assuste seu pet e ele fuja. Ou encontrar um outro cão e resolver brigar, ou cruzar. Ou até mesmo se você desmaiar durante o passeio, seu pet não vai embora se a guia dele estiver no seu pulso.

Conheci um cliente que andava com o pet solto, afinal o pet era adestrado, quando um carro, aparentemente intencionalmente atropelou o cãozinho. Existem milhares de possibilidades diferentes que podem tornar o passeio em um pesadelo, mas como eu disse lá em cima, só acontece se você não estiver preparado.

CATA-CACA

Já pensou um cãozinho fazer as necessidades dele em frente ao seu portão? Se o tutor do cachorro não catar você não vai gostar, não é mesmo? Então não deixe que o seu cãozinho faça o mesmo. Fazer as necessidades é normal, o que não é normal é você deixar lá e não catar. Se alguém ver é perigoso você até levar um xingão, e com razão.

Por isso não importa se o passeio é curto e rápido, não tem como saber quando eles vão querer evacuar. Sempre leve o cata caca junto.

ÁGUA

Como fazer atividade física e não tomar água? Pois é, assim são os cães quando estão passeando, precisam se hidratar. Algumas raças com o focinho achatado possuem dificuldade pra respirar, principalmente em meio á caminhada, então se você não tiver água pra oferecer ao seu pet ele pode passar mal e até não resistir.

Não arrisque, não importa se o passeio é rápido, se o seu pet passar mal com o calor não dá tempo de voltar em casa pegar água. Isso se chama posse responsável, saber que pode acontecer e estar preparado!

BANHO SECO 

Fala a verdade, você nunca parou pra pensar que deveria higienizar as patas do seu pet pós passeio, não é mesmo? Geralmente você não encontra esse tipo de informação valiosa em qualquer lugar, nem mesmo nas lojas pet mais comum.

Mas como médica veterinária preventiva minha função é te alertar sobre os riscos de não higienizar as patas do seu pet: Ele pode trazer carrapato, pulgas, carrapicho, algo cortante, sujeira, bactérias, e doenças pra ele e pra você. E subir no seu sofá e na sua cama com tudo isso.

O que você não pode fazer:

  • Passar álcool pois queima a pele
  • Lavar diariamente pra não dar dermatite nas patas
  • Passar lenço umedecido, afinal só tira sujeira aparente, não desinfeta.

Para saber qual a maneira certa de higienizar as patas, assista o vídeo:


Para mais informações manda uma direct para nosso Instagram @larissameurer.

(*) Dra. Larissa Meurer é médica veterinária com 5 anos de experiência clínica. Especializada em Prevenção e profissional no atendimento domiciliar. Trabalha realizando treinamentos de equipe em pet shops com foco em prevenção. E também realizando consultas, exames e vacinas em domicílio com objetivo de aumentar o tempo de vida dos animais e trazendo ainda mais qualidade de vida aos pets e consequentemente pra toda família de seus pacientes.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário