ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SÁBADO  06    CAMPO GRANDE 23º

Em Pauta

A cloroquina foi parar nos grotões, onde campeia a desinformação

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 23/01/2021 08:07
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Novas pesquisas demonstraram que não há evidências de que a cloroquina seja efetiva no tratamento da covid-19, ou que seu uso justifique efeitos colaterais como a taquicardia. Atualmente, não há um só país do mundo utilizando esse medicamento para prevenir ou tratar a covid-19. Só o governo federal brasileiro insiste nessa tese.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade



Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

EUA doam 2 milhões de doses

Após uma intensa campanha promovida pelo ex-presidente Donald Trump, os Estados Unidos desistiram desse medicamento inócuo para conter a pandemia. Como não tinham o que fazer com os comprimidos, atenderam o pedido do governo brasileiro e despacharam 2 milhões de doses dessa inutilidade, o governo brasileiro ainda produziu muitos milhões de doses.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade



Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

E  a cloroquina, quem diria, foi parar nos grotões.

Em setembro de 2020, 110 milhões de mg de cloroquina estavam sendo devolvidas ao governo federal por secretarias estaduais. Os principais Estados brasileiros passaram a checar as pesquisas e se negar a enganar suas populações. Só nos grotões, naquelas regiões onde a desinformação campeia o medicamento era recebido. Também há dois Estados, dentre os mais ricos, onde o fanatismo aceitou a cloroquina.  Vejam a lista:

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Crédito: Arte NEXO jornal

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário