A notícia da terra a um clique de você.
 
06/12/2017 07:11

Cérebro produz 1.400 novos neurônios por dia

Mário Sérgio Lorenzetto
Cérebro produz 1.400 novos neurônios por dia

Durante décadas foi uma verdade assumida por todos: o ser humano nasce com um número finito de neurônios que vão se degradando e jamais são substituídos. Fim. A vida dava a cada um um pacote fechado dessas células, que deviam ser cuidadas com responsabilidade.
Mas nenhuma verdade é absoluta. A ciência provou que a geração de neurônios é diária, mesmo na idade adulta e não só na idade embrionária. É o processo que hoje conhecemos como "neurogenese adulta". A mudança de paradigma é ainda mais ampla: além de produzirmos neurônios todos os dias, é possível reforçar esse "criatório de neurônios" com práticas saudáveis amplamente conhecidas de todos como boa alimentação e exercícios.
São 1.400 novos neurônios por dia, que, em média, produzimos em nosso cérebro. A contagem foi feita pelo Instituto Médico Karolinska, da Suécia, publicado pela prestigiosa revista científica "Cell". Os autores avançam que esses novos neurônios podem ter um valor fundamental para futuras experiências relacionadas com o tratamento de enfermidades neurodegenerativas como o Alzheimer e Demência Senil. Também fazem outra afirmação importante: " os neurônios não morrem por excesso de atividade, e sim justamente pelo contrário, a inatividade".

Cérebro produz 1.400 novos neurônios por dia

Os cães também jogam pôquer. A história de uma tela que os artistas odeiam.

O pôquer nasceu do jogo francês "poque", por sua vez, derivado do alemão "pocken" (blefe), Levado ao Canadá, percorreu todo o caminho até o Mississipi, onde se tornou o jogo oficial dos cassinos montados em navios a vapor. A fama correu o mundo.
Cassius Marcellus Coolidge não tinha qualquer ligação com o mundo dos artistas. Foi dono de uma farmácia, fundou um banco e, depois, um jornal. Foi nessa época que começou a desenhar charges e caricaturas. Ele também é o inventor dos desenhos que crianças e turistas adoram - aqueles que têm um buraco na cabeça, para tirar fotos, que ele chamava de "comic foreground".
Entre 1894 e 1910, Coolidge produziu 17 quadros de cachorros em atividades humanas - antropomórficos - Em seguida, foram impressos e passaram a fazer parte dos quadros mais copiados do mundo. O mundo dos artistas não o perdoou. Choviam críticas. Em 2015, um desses quadros, batizado de "Poker game", foi vendido por US$658.000. Atenção: 658 mil dólares e não reais. Um valor compatível com algumas obras menos famosas de Picasso, Manet, Gauguin e outros adorados pelos artistas e pelo público. Um momento onde o povo e os artistas não se entendem.

Cérebro produz 1.400 novos neurônios por dia
Cérebro produz 1.400 novos neurônios por dia

Mulheres excessivamente inteligentes são mais solitárias.

A solidão das mulheres inteligentes vem sendo estudada. A questão está posta: a inteligência de uma mulher atrai os homens? Possivelmente, uma parte dos homens diria que sim. Todavia, quando perguntam a mulheres a resposta é o contrário, sentem-se solitárias. Curiosamente, os dois têm razão segundo um artigo publicado na revista Personality and Social Psychology à partir de uma pesquisa realizada na Universidade de Buffalo (EUA).
Em um primeiro experimento, foi pedido aos homens que avaliassem uma moça que é muito rápida e habilidosa em matemática e inglês. Todos qualificaram a dita mulher como desejável. Até aqui tudo bem. Essa era a teoria. Mas, e na prática? Para dar essa resposta, os cientistas criaram diversas situações onde as pessoas competiam. Quando uma mulher demonstrava ser mais inteligente que os rapazes, "magicamente" deixava de ser atraente. Sentiam-se inseguros frente a essa moça tão inteligente.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.