A notícia da terra a um clique de você.
 
26/01/2017 07:08

O mito da cura de câncer pelo pH

Mário Sérgio Lorenzetto
O mito da cura de câncer pelo pH

Robert O. Young, autor de livros sobre medicina alternativa, vende esperança para pacientes com câncer. "O Milagre do pH" é seu livro mais famoso. Vendeu mais de 4 milhões de cópias ao redor do mundo. Fez escola no Brasil. As redes sociais e o WhatsApp estão abarrotadas desse novo "credo", dessa nova pseudociência.

Young afirma que o corpo humano é alcalino por natureza. Diz que o pH de nosso sangue é 7,4 - ligeiramente alcalino. Em termos gerais, Young está certo. Todavia, nosso corpo não tem apenas um pH, tem diferentes níveis de acidez e alcalinidade. É a partir daí que a visão de Young, e de seus correligionários brasileiros, de uma vida alcalina torna-se uma fantasia completa. Ele afirma que, para manter o pH de nosso sangue, devemos ingerir alimentos alcalinos.

O principal problema é que Young acredita que existam humanos sem estomago ou qualquer ideia maluca. Nosso estomago funciona com pH de aproximadamente 1,5 - elevada acidez. Aliás, é a região mais ácida do nosso corpo. Portanto, tudo que ingerimos passa pelo estomago, onde passa a ter acidez elevada. Quando chega ao intestino, e, em seguida ao sangue, continua com pH ácido.

Outra fantasia de Young e seus discípulos é receitar a ingestão de frutas cítricas. Talvez desconheça que essa palavra "cítrica" decorre de ácido cítrico. Isso mesmo, as frutas cítricas tem elevado teor de ácido. Novamente. As ideias de Young são pseudociências, sem pé nem cabeça. São muito úteis para a vendagem de tratamentos caríssimo que não curam nem unha encravada.

Young acaba de ser denunciado como falso médico. Ele nem diploma de medicina obteve, comprou um diploma. Mas é um milionário. Seus tratamentos de alcalinidade lhe renderam milhões de dólares. Custam fortunas. Uma só paciente lhe pagou mais de R$ 200 mil. Puro charlatanismo.

O mito da cura de câncer pelo pH

Planos de saúde. A chave para reduzir despesas está na segunda opinião médica

Muitos procedimentos de alta complexidade, como cirurgias, são considerados desnecessários após a avaliação de um segundo ou terceiro médico. Essa é a chave que os planos de saúde estão adotando para reduzir suas despesas. Estima-se que o custo do plano de saúde caia cerca de 10% após um ano de adoção dessa política. A iniciativa mais famosa é do Bradesco, em metade dos casos não tem sido preciso fazer as cirurgias. Essa não deveria ser a atitude apenas de planos de saúde e sim das famílias em geral. Uma segunda opinião médica é critério importante para a decisão de uma invasão de nossos corpos.

O mito da cura de câncer pelo pH

Cientistas criam substância que aposentará obturações dentárias

Uma equipe do Kings College de Londres desenvolveu uma substância que, em teste com roedores, estimulou células da polpa dental a taparem pequenos buraco nos dentes. Para isso, uma esponja biodegradável, embebida no produto, foi colocada na cavidade dentária. Em um estudo publicado pela revista científica "Scientifica Reports", a substância teve, segundo os cientistas, efeito reparativo "completo, eficaz e natural".

Dentes têm capacidade limitada de regeneração. Podem produzir uma pequena faixa de dentina - a camada abaixo do esmalte - se a polpa ficar exposta, mas não conseguem auto-consertar cavidades maiores. A ida ao dentista é obrigatória. Usam um amalgama metálico ou um composto feito de vidro em pó e cerâmica.

O problema é que essas obturações tem de ser substituídas ao longo da vida. Para solucionar o problema, os pesquisadores estão ampliando a capacidade regenerativa natural dos dentes usando uma substância denominada "Tideglusibe". Acreditam que o produto estará no comércio em três anos aproximadamente.



O mito da cura do c.a pelo Ph este tal Young é apenas um dos zilhares de pseudos cientistas malucos e fraudulentos, recebeu notoriedade pelos veíc. de comunicação por sua grande penetração e vendagem de suas bobagens. Não precisamos ir muito longe para achar estes charlatões, aqui mesmo em Big Field temos "os que creem" para não dizer a designação senão é capaz que ainda processem, estas figuras com achados escritos rudimentares e medievais conseguem contemporaneamente destruir e atrapalhar o tratamento de pessoas que buscam ao menos o sossego d´alma com panaceias que incluem pós mágicos, instilação ocular de venenos de animais peçonhentos e até a ingesta de bebidas alcoólicas andinas para o tratamento de enfermidades. Estas pessoas deveriam ser banidas da sociedade.O mundo evoluiu, chega!
 
TIJUANO em 26/01/2017 08:10:38
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.