A notícia da terra a um clique de você.
 
02/04/2017 08:11

Paraguai em chamas: fogo no Congresso e assassinato

Mário Sérgio Lorenzetto
Paraguai em chamas: fogo no Congresso e assassinato

Congresso em chamas, dezenas de feridos e danos materiais. Assim começaram as chamas que tomaram conta da vida paraguaia. As manifestações tiveram início na sexta-feira, logo após 25 senadores aprovarem uma emenda à Constituição que permitia ao atual presidente do Paraguai, Horácio Cartes, concorrer à reeleição em 2018.

A votação foi feita de surpresa e a portas fechadas, sem acesso da população e da imprensa. Os paraguaios iniciaram protestos que culminaram com a tomada do Congresso. Em seguida, incendiaram o prédio do parlamento. A polícia foi chamada. Disparou balas de borracha, afugentou os manifestantes com canhões de água. Aproximadamente 32 pessoas saíram feridas, a metade era constituída por policiais que estão hospitalizados. Um curto período de calma se impôs. Em seguida, as invasões.

A sede do Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA) foi invadida pela polícia. A "Agrupación Montada", cavalaria da polícia disparou pelas costas um jovem dirigente do PLRA. Rodrigo Quintana faleceu na mesma hora. O mesmo agrupamento policial invadiu o jornal de oposição ABC Color. A porta principal do prédio do jornal foi destruída e os vidros feriram dois funcionários. As duas invasões não tinham ordem judicial. Até o momento, 211 pessoas estavam presas no quartel da "Agrupación Montada".

Cartes tomou atitude. Após um período de silencio, o presidente paraguaio demitiu o chefe da polícia e o Ministro do Interior. A emenda à Constituição deixou de ser votada ontem pelos Deputados. Caso aprovada, irá a um plebiscito nacional.

Paraguai em chamas: fogo no Congresso e assassinato
Paraguai em chamas: fogo no Congresso e assassinato
Paraguai em chamas: fogo no Congresso e assassinato

Uma proteína rejuvenesce o cérebro de ratos. Funcionará em humanos?

A proteína GDF11 não para de alegrar os cientistas. Primeiro descobriram que ela recupera as células cardíacas dos ratos. Em seguida, uma descoberta ainda mais surpreendente: melhora suas capacidades intelectuais, rejuvenesce o cérebro.

Concretamente, os cientistas da Universidade de Harvard, descobriram que injetando a proteína em ratos com idade equivalente aos 70 anos humanos, estes recuperavam capacidades como a do olfato, que haviam perdido com o envelhecimento. O achado nos dá uma leitura interessante, já que essa proteína é encontrada em humanos.

Os cientistas qualificam essas descobertas como "emocionantes". Dá esperança para termos um futuro mais saudável. Todos nos perguntam porque somos mais fortes e mentalmente mais ágeis quando jovens e essa proteína descortina um caminho para o futuro - restabelecermos níveis altos da proteína GDF11 em nosso corpo.

Já quase não existem dúvidas de que, pelo menos em outros animais, a GDF11 tem uma incrível capacidade para restaurar as funções do cérebro e dos músculos que se perdem com o envelhecimento. Por ultimo, também descobriram que essa proteína só pode ser injetada, não pode ser administrada via oral pois as enzimas digestivas a degradam. Fonte da juventude à vista?

Paraguai em chamas: fogo no Congresso e assassinato

Identificado outro gene relacionado com o envelhecimento do cérebro.

Primeiro foi o gene APOE, relacionado com o mal de Alzheimer. Agora, cientistas da Universidade de Columbia (EUA), encontraram outro gene relacionado com o envelhecimento do cérebro, mas para pessoas que não têm Alzheimer. O gene denominado TMEM106B, têm relação direta com esse problema e que, a partir dos 65 anos, influencia na morte de neurônios, perda de controle de movimentos, falta de equilíbrio e demência.

Esses genes, e seus variantes, trabalham no córtex frontal, a região responsável pela maior parte da atividade cerebral. São eles que determinam o que se chama de "envelhecimento diferencial" - a diferença entre a idade aparente (biológica) e a idade verdadeira (cronológica). Mas ainda é cedo para sabermos como resolver os problemas causado por esse gene, só após as experiências com animais poderemos vislumbrar com evitar ou, pelo menos, atrasar o envelhecimento fisiológico cerebral.

Paraguai em chamas: fogo no Congresso e assassinato

Sexalescentes, os sessentões que não envelheceram.

Uma nova concepção de vida surgiu no século XXI, as pessoas que têm entre 60 e 70 anos de idade e pensa diferente dos que os antecederam. Se autodenominam "sexalescentes", jovens sessentões. Essa geração transformou o mundo quando tinha entre 20 e 30 anos e pretende continuar a mudá-lo.

São eles que clamavam por liberdade e forjaram um mundo de paz e amor, foram os elementos decisivos para o término da guerra fria entre os Estados Unidos e a União Soviética que caminhava para a destruição do planeta.
Foi essa geração que carregou as primeiras pílulas anticoncepcionais em suas bolsas, libertando os jovens dos casamentos obrigatórios... Continuam motivados. E estar motivado alimenta nossa capacidade de sentir emoções.

E são as emoções que nos motivam a desejar a vida. Uma geração que não aceita o "apagão emocional". Que não deixa a fogueira interior apagar. Essa geração aprendeu que cultivar interesses e relações é vital. Como também sentir-se útil. É uma geração que se esforça para não depender dos demais. Mais importante: ajuda o próximo no que for possível.

À medida que vão debilitando alguns prazeres físicos, viu crescer as necessidades e gozos pelas coisas do espírito. Um imenso sentimento de paz e liberação. É como despedir-se de inumeráveis donos, a liberdade completa. O mundo está cheio de jovens com mentes caducas e de idosos em estupenda forma física e mental.

Paraguai em chamas: fogo no Congresso e assassinato

Truques usados pelos supermercados para consumirmos mais.

Paraguai em chamas: fogo no Congresso e assassinato

Lazer no supermercado.

A ideia é nova. Os primeiros testes estão sendo realizados pelos supermercados que criaram áreas de lazer, como diminutos cafés e bares que vendem produtos com preços baixos. Tudo deve ser feito, vale até empatar as despesas com as receitas desse setor. É fundamental aumentar o tempo de permanência do consumidor dentro do supermercado. Outro fator decisivo para a permanência é a temperatura. Deve ser amena para o consumidor se sentir em um ambiente confortável.



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.