ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  12    CAMPO GRANDE 26º

Em Pauta

Seremos reféns do preço covarde das vacinas?

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 07/07/2020 07:00
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Sim, é claro, a saúde dos brasileiros não tem preço. E controlar esse vírus que destruiu a economia mundial seria inestimável. Mas uma vacina covid-19 terá um preço real. É possível que o preço cruel a torne inviável para a imensa maioria. Há quatro protótipos de vacina despontando como as mais sérias candidatas a matar o vírus: duas chinesas, a inglesa e uma norte-americana. A torcida é para que todas sejam efetivas. Uma das vacinas chinesas e a inglesa já estão sendo testadas no Brasil e, caso sejam aprovadas, serão financeiramente viáveis. Todavia, não há notícia de preço da outra chinesa e um imenso temor do preço da norte-americana.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Preço desumano da vacina norte-americana? 

A vacina candidata dos EUA será colocada à venda, caso aprovada, pela Moderna. O valor de mercado da Moderna, uma pequena empresa da região de Boston, triplicou desde 20 de fevereiro, passando de US$7 bilhões para US$23 bilhões. Transformou seu diretor executivo em bilionário da noite para o dia. Embora a vacina da Moderna seja considerada uma das quatro candidatas melhor posicionada, a empresa nunca trouxe um medicamento bem sucedido ao mercado. A empresa é ferrenha defensora da liberdade para cobrar o que bem entenderem. Recentemente, o Congresso dos EUA criou uma comissão, formada por democratas e republicanos, para tentar coibir o preço abusivo e desumano dessa vacina.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
A vacina chinesa para competir mundialmente.

A Sinovac é a empresa chinesa que trouxe seu protótipo de vacina para ser testado em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Distrito Federal. Mas há outra empresa chinesa que tem um protótipo tão avançado quanto o da Sinovac. O Grupo Nacional Biotec da China (CNBG) está com seu protótipo de vacina sendo testado nos Emirados Árabes. Esse grupo é formado por cientistas chineses que há muito tempo pesquisavam no Canadá. Retornaram à China com o intuito de criar uma empresa para competir com toda e qualquer vacina que venha a ser criada no mundo. Até o momento não deram indicação de qual será o preço que cobrarão para imunizar as pessoas. As suspeitas de que terão uma vacina cara vem sendo levantada na Europa. Não a toa foram testar nos ricos Emirados Árabes e não em algum país da África ou da América Latina.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
O bom posicionamento dos governantes brasileiros.

Se governante brasileiro é sinônimo de incompetência, no caso das vacinas, tomaram as melhores medidas, ainda que arriscadas. Tanto Bolsonaro quanto Dória, conduziram seus governos às opções mais sensatas na escolha dos protótipos de vacina. A de Oxford e a chinesa da Sinovac não apenas contam com imensa possibilidade de sucesso, como não se vislumbra que tenham preços desumanos. Podem ter errado, mas ambos tomaram as medidas mais sensatas.