A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 29 de Maio de 2017


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


23/10/2013 07:51

Dicas práticas para cuidar do seu bolso nas Férias

Emanuel Gutierrez Steffen*

É... O ano “voou”. Já estamos praticamente no inicio do penúltimo mês de 2013. Depois de tanto trabalho nada melhor que desfrutar das merecidas férias. Boa parte dos brasileiros já escolheu seu destino e está prestes a preparar as malas. Mas tanta euforia com este período tão desejado do ano pode fazer com que muitas pessoas se esqueçam de cuidados básicos, que podem evitar muitos gastos desnecessários. Antes, durante e depois das viagens de final de ano, as palavras que devem ficar na mente para evitar dívidas e aborrecimentos são: “Planejar” e “Economizar”. Veja a seguir 6 (seis) dicas para conciliar momentos de lazer com um orçamento equilibrado:

1 - Qual é a sua realidade financeira? – Tudo começa antes das férias, ou seja, no momento de planejar. Planeje uma viagem de acordo com sua realidade financeira. De nada adianta planejar férias nos EUA ou na Europa, se não tem condições financeiras. Esse tipo de atitude só vai contribuir para que se contraia uma grande dívida, que “deverá” ser paga no futuro.

2 - Reserve dinheiro para os gastos surpresas - Além de planejar quanto irá gastar durante as férias, não se esqueça de reservar um determinado valor para arcar com gastos surpresas que eventualmente podem ocorrer. Gastos decorrentes de “imprevistos” podem fazer com que você tenha de usar o cartão de crédito, por exemplo, gerando assim outra dívida a ser paga.

3 - Se agora não dá, deixe para depois – Pode parecer obvio, mas acredite, quando se trata de dinheiro muitas vezes o “emocional” tenta tomar o lugar no momento da decisão. Por isso o conselho é válido: Se o destino dos sonhos é muito caro para sua atual situação financeira, altere para um lugar menos custoso. Os sonhos podem e devem ser perseguidos, mas não permita que eles acabem com suas finanças. Se no momento não é possível, economize, e planeje para as próximas férias.

4 - Estabelecendo limites e envolvendo a família - Nas férias em família, é recomendado que todos se envolvam nas decisões e também nos gastos. Portanto, estabeleça para cada membro um limite diário de gastos. Quando isso não é feito, as pessoas tendem a gastar a maior parte da reserva para as férias logo no começo da viagem, aproveitando menos o final. Por isso decida de forma conjunta com sua família para onde vão e quais os passeios e visitas a que a maioria está interessada.

5 - Gastando com as lembranças – É justificável que, em um lugar nunca antes visitado e que dificilmente voltarão a visitar, as pessoas queiram comprar lembranças. No entanto, é ainda mais interessante (em minha opinião) investir seu dinheiro em passeios, do que adquirindo itens e mais itens que nunca serão utilizados. Prefira tirar fotos para se recordar de um local do que comprar camisetas, “souvenirs” e outras bugigangas que logo perdem sua utilidade.
6 - Usando as milhas e pesquisando preços - Se for viajar de avião, use as vantagens existentes, como as milhas. Antecedência é a palavra de ordem neste caso. Lembre-se sempre de pesquisar por alternativas: há sempre algo mais barato. Antes de preparar a mala, faça uma lista com tudo que irá precisar. Parece estranho, mas o fato é que esquecer coisas importantes gera gastos desnecessários.

(*) Com informações de InfoMoney

Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas conseqüências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen – Criador do portal www.manualinvest.com - Cursou Gestão Financeira na Universidade Católica Dom Bosco, Administração na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. É habilitado pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais) com as Certificações Profissionais Série - 20 e Série - 10.

O que você faria se lhe fosse dada uma folha em branco?
Lembre-se do conceito da “carta branca”. Pense no que isso significa. Você pode fazer qualquer coisa, do seu jeito. Então lhe é entregue essa folha e...
Muito trabalho: expectativa x realidade
A maioria das pessoas está trabalhando mais, formando menos patrimônio, tendo mais problemas de estresse e saúde, e estão destruindo aos poucos seus ...
Equilibre gastos com objetivos
O endividamento atinge quase metade dos consumidores brasileiros. De acordo com dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederaçã...
Dicas para economizar e ganhar com a nova economia
Quantas coisas que não usava mais você resolveu vender nos últimos tempos? E quantas outras resolveu comprar? E como foram feitas essas transações? D...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions