A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


09/06/2014 08:22

Gaste de forma inteligente

Por Emanuel G. Steffen (*)

Você já decidiu assumir o controle de sua vida financeira e dar o primeiro passo rumo à independência financeira: criar um orçamento. Mas, e agora, por onde começar?

1. Reúna todas as suas contas: Para começar, reúna todas as informações sobre suas receitas e despesas do último mês.
- Todas as contas e recibos de compras feitas com dinheiro vivo
- Todos os recibos de compras feitas com cartão de crédito
- Todos os seus extratos de contas (bancários, cartão de crédito, empréstimos etc.)
Registre os valores de tudo o que você ganha e do que gasta todos os meses em sua Planilha de Receitas e Despesas. Se suas despesas forem maiores que suas receitas, você precisa começar urgentemente a gastar menos.

2. Identifique as despesas fixas e as despesas variáveis:
As despesas fixas são aquelas que você paga todos os meses e não podem ser eliminadas pois correspondem a obrigações ou necessidades, como: aluguel, transporte e alimentação.Já as despesas variáveis são as que variam de um mês para outro e que você pode reduzir ou eliminar, como: comer fora, roupas e lazer.Ao analisar seus gastos, você poderá reservar uma verba fixa para as despesas variáveis. O objetivo é reduzir ao máximo suas despesas variáveis e usar o dinheiro que sobra para saldar dívidas e para poupar.

3. Crie um plano: Agora que já anotou suas receitas e despesas no papel, você poderá identificar maneiras para reduzir suas despesas e economizar.
Calcule quanto precisa para cobrir suas despesas fixas
Calcule quanto será destinado a reduzir suas dívidas
Determine quais despesas são necessárias e quais podem ser reduzidas
Calcule quanto reservará para emergências
Calcule quanto sobrará para destinar a despesas variáveis

Certifique-se de pagar suas despesas mensais com suas receitas e não com cartões de crédito. Se você usar um cartão de crédito para cobrir suas despesas, isso só servirá para aumentar seu endividamento.No começo, é um pouco difícil acostumar-se a se organizar e anotar todos os seus gastos, mas com o tempo isso se tornará um hábito e será cada vez mais fácil controlar seus gastos.

Fonte de informações: consumidorconsciente.org
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel G. Steffen, criador do portal www.manualinvest.com

4 passos para sair do superendividamento
Toda semana recebemos mensagens de leitores realmente desesperados. Muitos destes que conversam conosco se encontram em uma situação grave de endivid...
Gere mais renda revendendo importados
Uma das formas mais seguras de gerar renda extra ou de iniciar um negócio de sucesso é através de produtos para revender. Isso porque independente do...
Conselhos aos jovens que estão desempregados
Segundo o IBGE, o desemprego entre os jovens é de quase 29%. E não há perspectivas de uma rápida melhora. A nova geração encara desafios que a maiori...
Por que políticas de estímulo geram recessões
A falácia da vidraça quebrada, popularizada por Frédéric Bastiat, continua sendo a metáfora perfeita para mostrar as consequências daquilo que se vê ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions