A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Junho de 2017


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


04/11/2013 07:38

Porque nos endividamos?

Emanuel Gutierrez Steffen*

Certamente teríamos uma vida mais tranqüila sem dívidas, você concorda comigo? Então porque nos endividamos? Alguns fatores são relevantes para entendermos esta questão:

Cultural: Aqueles que viveram na década de 1980, certamente se recordarão do "dragão da inflação" que viveu até 1994 com a chegada do plano Real. O dinheiro perdia o valor a cada minuto. Para proteger seus salários as pessoas corriam para o supermercado e compravam a maior quantidade de alimentos possível, isso não poderia ser deixado para outro dia, pois os preços subiam rapidamente.

Consciência: Três verbos são importantes para nossa decisão de consumo: Querer, Precisar e Poder. Querer algo que efetivamente não se precisa. Precisar de algo que não se pode comprar[ainda].

Outro ponto importante é a identificação de quanto se ganha. Não entendeu? Parece soar estranho, contudo, muitas pessoas não têm consciência de quanto ganham e acabam incorporando ao salário as horas extras, o vale transporte, refeição ou alimentação quando creditados em dinheiro, outras ainda cometem o erro de comprometer o orçamento contando com o limite do cartão e cheque especial. Neste mesmo sentido há importante relevância em identificar quanto se gasta. Por isso é necessário atualizar mensalmente uma planilha de gastos.

Falta de Planejamento: Se algo é necessário, o melhor a fazer é um planejamento financeiro para a aquisição. Adiar a compra de algo pode não parecer o melhor caminho (e efetivamente pode não ser), porem se bem administrado seus recursos poderão lhe dar a garantia de uma vida mais tranqüila.

Imprevistos: Não são muitos os que têm o costume de falar sobre orçamento familiar ou pessoal. Quando há este dialogo em casa, as contas da família tendem a ser mais sadias. Contudo mesmo com este habito algumas pessoas não conseguem se livrar das dívidas, pois não alocam em seus gastos os eventuais imprevistos. Sair do endividamento pode parecer algo impossível. Para isso é necessário entender e aceitar suas reais condições. Não queira ser o que você não é! Neste caso, conhecer a si mesmo pode ser conhecer melhor seu inimigo. Prepare uma estratégia para quitação de suas dívidas. Avalie e identifique quais têm mais juros e quite-as primeiro. Assuma uma dívida com você mesmo e guarde uma parte de seus rendimentos para o futuro. Se necessário procure ajuda para a elaboração de um orçamento.

(*) Com informações de Portal Administradores
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas conseqüências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen – Criador do portal www.manualinvest.com - Cursou Gestão Financeira na Universidade Católica Dom Bosco, Administração na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. É habilitado pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais) com as Certificações Profissionais Série - 20 e Série - 10.

O lado bom de ser demitido
Você trabalha em uma empresa e repentinamente é demitido. De primeira, você fica aborrecido. Em vários casos, fica até mesmo revoltado. Mas como você...
4 passos para sair do superendividamento
Toda semana recebemos mensagens de leitores realmente desesperados. Muitos destes que conversam conosco se encontram em uma situação grave de endivid...
Gere mais renda revendendo importados
Uma das formas mais seguras de gerar renda extra ou de iniciar um negócio de sucesso é através de produtos para revender. Isso porque independente do...
Conselhos aos jovens que estão desempregados
Segundo o IBGE, o desemprego entre os jovens é de quase 29%. E não há perspectivas de uma rápida melhora. A nova geração encara desafios que a maiori...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions