ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  10    CAMPO GRANDE 31º

Manoel Afonso

Amplavisão

Por Manoel Afonso | 15/07/2011 12:58

BRIZOLA: “ Serei um cavalo inglês. Só vou morrer na cancha. A propriedade privada é tão boa que a queremos para todos. O PT é como uma galinha que cacareja para a esquerda, mas põe ovos para a direita.”

QUESTÕES: Murilo entrando no PSB só para viabilizar R$70 milhões no Ministério das Cidades? Mantém a aliança com o PT em 2012 e enfrenta o nome do PMDB? Se vencer Murilo pode repetir a postura em 2014?

A TRADIÇÃO mostra que eleição em Dourados é guerra e 2012 influenciará em 2014. Não é por acaso que Marcio Fernandes era o nome de André para ocupar a presidência do PSB. Mas pelo visto, deu zebra.

TETILA tem a versão petista para o caso. Disse-me que a saída de Murilo (do DEM) faz parte das exigências do PT para apoiá-lo em 2010. Acho que o prefeito corre contra o tempo para mostrar cacife e se reeleger.

‘TEMPOS MODERNOS’: “Nunca me meti na empresa dela” - do José Sadok, diretor do Denit, sobre os R$18 milhões faturados pela empresa de sua mulher com obras no Ministério dos Transportes. Mulher não é parente.

O EPISÓDIO do Ministério dos Transportes (propinas & superfaturamento) retrata o nível de relações do Governo e aliados. Imagine então o que estão aprontando com as obras da Copa. Tem gente se dando bem. Se tem!

COLLOR: “A poupança é sagrada. Vou liquidar o tigre da inflação com uma bala. Não me deixem só. Eu tenho aquilo roxo. Nesse presidente ninguém coloca canga. No 1º dia de governo mandarei todos os corruptos pra cadeia.”

‘NA MAIONESE’ O ‘Correio’ ignora até as pendengas judiciais envolvendo Zéca do PT e Chico Maia devido ao projeto político de Antonio João. Insistir na aliança Zeca-Delcídio é utopia. O último não suporta o primeiro.

MEMORIA-1 Zeca nunca escondeu sua insatisfação com o ingresso de Delcídio no PT através do diretório nacional. Evidente que não queria concorrência interna. Zeca dizia que faltava militância e DNA petista ao senador.

MEMORIA-2 Zeca não deu espaço ao Delcídio em seu governo e nem nomeou gente do senador. Também sempre demonstrou intimidade com Lula e que não precisava de Delcídio em Brasília. Quem não se lembra disso?

MEMORIA-3 Zeca não investiu na eleição de Delcídio contra André. Mas o senador fez a leitura do quadro e se fortaleceu politicamente também fora do PT. Que ironia: hoje o PT depende do senador para se viabilizar.

FHC: “Sinto saudades da piscina do Palácio da Alvorada. Se a herança de nosso governo foi tão ruim assim, por que continua? O PT está continuando. Um homem público tem de ter a prudência de calar.”

NA MOITA... e trabalhando duro! Assim é a postura do vice Edyl à frente de sua Secretaria, responsável pela de atração de indústrias e geração de empregos. Uma forma correta de se fazer política. Concorda?

QUERCIA: “Quebrei o Banespa, mas elegi Fleury. Político é igual fermento, quando mais apanha, mas cresce. Montoro tratou bem dos direitos humanos dos presos e não deu a mesma atenção para os que estão aqui fora”.

‘NA VEIA’ Destinar a sobra de R$8 milhões do duodécimo da AL para as obras do Hospital do Câncer e Hospital de Urgência e Trauma da capital. Jerson vai insistir com André nesta empreitada simpática e oportuna.

OUTRAS BOAS! “Quando o Czar dá um ovo, toma a galinha. Antes era o PC Farias, agora é o PT farias. O orçamento é uma conta que o Governo faz para saber aonde vai investir o dinheiro que já gastou (Boris Casoy).

COERÊNCIA A fala do vereador Athayde Nery sobre a compra de votos nas eleições não pode ser criticada. No fundo, no fundo, todos nós sabemos que essa pratica resiste a urna eletrônica e câmera escondida. Certo?

BOM EXEMPLO Fabio Trad faz a lição de casa: assíduo nas sessões e percorre o Estado, participando de eventos inclusive. Tenho também ouvido elogios sobre o atendimento em seu gabinete. Isso pesa na avaliação.

NO SAGUÃO da AL alguém comentou: “se o aumento do número de vereadores oportunizar a eleição de gente séria e bem intencionada, tudo bem. O perigo é o uso de dinheiro para eleger estreantes despreparados”.

PÉROLA: Eleito, o candidato não cumpriu o trato com o aliado, que desabafou: “Homem se pega pelo palavra: o boi pelo chifre e a vaca pelo rabo. Como você não tem nenhum deles, não sei por onde começar”.

REPRISE É democrático e salutar. Alguns já se lançam candidatos à prefeitura da capital. Mas sem cacife eleitoral ou financeiro, não vira. Aí vem a conclusão: querem criar ‘dificuldades’ para colher ‘facilidades’.

SEM MORAL Só a Petrobras deu R$4 milhões para o Congresso da UNE em Goiânia. Antes a ela cuidava dos interesses dos estudantes e defendia a esquerda. Agora virou apêndice do Governo e perdeu a identidade.