A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


24/04/2015 14:07

‘Sexo apimenta o quadro político’

Manoel Afonso

‘AMÉM JESÚS’ O que dizer sobre o escândalo do ex-deputado Sergio Assis e o vereador Alceu Bueno? Lamentável! Para a opinião pública a tese de ‘armação’ é furada. Os estragos irrecuperáveis. Como se diz: nesta altura da vida...

O CASO reforça a tese: deve-se olhar ainda com mais cuidado para aqueles que se apregoam paladinos da religiosidade para fins políticos. Alceu terá o mandato cassado e Sérgio já era carta fora do baralho, vivia politicamente do seu passado.

CHICO MAIA Para o deputado Zé Teixeira trata-se de excelente candidato à prefeito da capital, pois: “já foi vereador e vice prefeito, além de revolucionar a Acrissul.” Hoje Chico é filiado ao PTB mas Zé Teixeira já franqueou-lhe as portas do DEM.

A POSTURA de Zé Teixeira admite por consequência o desgaste eleitoral do deputado Mandetta (DEM). “Chico tem musculatura política e discurso compatível com o cargo, além de transitar bem em vários segmentos sociais” – lembra Zé Teixeira.

POLIVALENTE Antes só defendia o agronegócio. Agora Zé Teixeira atua bem nas questões do parlamento, onde é o melhor defensor das ações do governo Reinaldo; além de articular politicamente na capital e Dourados. É coerente e pragmático.

E MAIS... O próprio André não esconde seu respeito e bom relacionamento com o deputado do DEM, com quem esteve afinadíssimo nos dois mandatos. As identidades entre ambos são maiores do que as divergências. Mais um ponto a seu favor.

REINALDO Como se diz: está pegando o jeito da coisa. É cauteloso na abordagem de questões envolvendo o Planalto para evitar represálias. Essa sacanagem da Dilma, por exemplo, tirando R$ 80 milhões de MS por conta da Lei Kandir é vergonhosa.

O CIDADÃO que mora no MS – mesmo o pessoal do ‘Bolsa Família’ questiona: “mas o país não ia bem? Não estava sobrando dinheiro a ponto do Brasil financiar obras em outros países? É esse sentimento que pesará nas eleições municipais.

ALERTA Azar do Governo que não calou a imprensa como queria. Hoje o brasileiro tem sua própria concepção de como funciona a política em todos os níveis. A enxurrada de informações diárias exerce papel importante nesta conscientização geral.

A SUCESSÃO da capital passará pelas lideranças, mas as pesquisas para consumo interno revelam surpresas. Percebe-se nas respostas que o eleitor está incrédulo . Esses escândalos nacionais e locais devem influenciar negativamente ainda mais.

EXEMPLO Na capital o PT terá dificuldades. Fala-se muito no medico Ricardo Ayache. Mas ele superará o estigma do partido após o Mensalão, a Lava Jato e o vexame da penhora de bens da sede do PT guaicuru em execução judicial?

‘ESTRANHO’ Com a grana que o PT recebeu como revelou a ‘Lava jato’ e com o dinheiro das ‘consultorias’ do Zé Dirceu, esperava-se que a direção nacional socorresse o diretório do partido em MS. Pelo visto lá também vigora a ‘Lei de Gerson’.

IMPASSE Comeram o fígado do deputado Marcos Trad na CPI da Enersul, mas ele continua sendo o nome mais forte do PMDB para a sucessão da capital. O partido não tem outros nomes e André sabe: não é hora de tentar ‘reinventar a roda.’

CPI-ENERSUL Mensalão só para os apaniguados da diretoria da empresa? No fundo, essa constatação parcial não satisfaz a opinião pública pelo próprio histórico da Enersul. Os comentários irônicos no saguão da Assembleia Legislativa reforçam a tese.

CONTRADIÇÃO O Governo que já foi violento contra os caminhoneiros, usando a Força Nacional inclusive e ameaça de multas, nada faz contra o pessoal do MST que faz e acontece nas rodovias e postos de pedágio. Discriminação sem igual.

BOLSONARO Saiu fortalecido de Campo Grande, surpreendendo ao responder com segurança e convicção as perguntas da imprensa. Ele ocupa o seu espaço político que a democracia permite. É preciso respeitar o seu direito conquistado nas urnas.

BARBARIDADE O aumento do dinheiro do Fundo Partidário contribui para denegrir – ainda mais – a imagem da classe política. Embretada e enfraquecida, Dilma não teve como dizer não. Já perceberam? A democracia brasileira nunca foi tão cara.

REFLEXOS Se o pessoal já brigava de faca para comandar os diretórios estaduais, imagine agora. A prestação de contas dos gastos dos partidos é fantasiosa, mostra que os políticos tem imaginação fértil. ‘Nada como viver num país sério’.

NEGÓCIOS Empregos para parentes, dirigentes e aceno de outros acertos compõem o quadro partidário. Aliás, muitos partidos nanicos têm atraído espertalhões e religiosos hipócritas que transformam igrejas em comitês. E eles estão se dando bem.

MUITO BOM! Os bons embates voltando à Assembleia Legislativa por conta da vigilante postura do deputado Barbozinha. Os deputados do PT saíram da zona de conforto para enfrentar um colega preparado e motivado politicamente.

BARBOZINHA quer viabilizar a candidatura a prefeitura de Dourados, aproveitando o desgaste das velhas lideranças. Falei com o ex-prefeito Tetila. Cético quanto as chances do deputado, admite: o quadro sucessório de lá está indefinido, complicado.

DESGASTES Além das críticas do conselheiro federal Afeif M. Hajj ( Dourados) contra a postura da OAB nas manifestações anti-corrupção, aqui na capital o deputado Bolsonaro ironizou o estranho silêncio de cumplicidade da entidade.

“É uma armação contra mim...” ( ex-deputado Sérgio Assis)

Internet versus currais eleitorais
GORDINHOS...e diabéticos! Deputado Marcio Fernandes (PMDB) falou comigo da esperança em ver a Assembleia Legislativa derrubar o veto do Executivo ao ...
O desafio do eleitor: acreditar no novo
100 ANOS Ex-governador Wilson Barbosa Martins completando 100 anos de idade. Probo, adotou o discurso moralista (sem eco) da UDN, mas sem gente compe...
Ayache e Pedro Chaves: os sobreviventes
OS ESTRAGOS eleitorais por aqui não distinguiram partidos e lideranças. É bom saber: um mês antes de estourar o caso da delação de Joesley Batista, a...
PT, PMDB e PSDB – trigêmeos em apuros!
AGONIA Onde não tem escândalo por dinheiro? Ouvi de um sábio de plantão que come abelhas no café matinal: “neste ritmo o Silvio Santos acabaria ganha...



Diz-se de Política, o ramo das ciências sociais que estuda as diversas formas de organização do poder político, bem como sua dinâmica, suas instituições e seus objetivos. Porém, a sematologia se encarregou de modificar essa definição, hoje visivelmente entendida como grupo de interesses. E, para os detentores do poder tudo é admissível. A ideologia cedeu lugar ao fisiologismo, dificultando a identificação das agremiações partidárias. Os escândalos ocorridos na República prejudica sobremaneira os políticos e filiados ao PT, porém, temos que fazer justiça, aqui no MS os parlamentares que representam a sigla, são pessoas distintas que honram o parlamento, e não podem ser colocados no mesmo saco, sob risco de considerar as críticas como tendenciosas, o que não é saudável à democracia. Bene.
 
benedito rodrigues da costa em 25/04/2015 09:20:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions