A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Outubro de 2018


06/07/2018 06:46

Cenário da decisão de hoje entre Brasil e Bélgica, Kazan respira história

A bola vai rolar para Brasil e Bélgica logo mais às 14h, no horário de Mato Grosso do Sul, e o jogo vale vaga na semifinal

De Kazan, Paulo Nonato de Souza
Kazan, cidade com 1,5 milhão de habitantes, cenário do confronto entre Brasil e Bélgica pelas quartas de final da Copa do Mundo nesta sexta-feiraKazan, cidade com 1,5 milhão de habitantes, cenário do confronto entre Brasil e Bélgica pelas quartas de final da Copa do Mundo nesta sexta-feira

O jogo entre Brasil e Bélgica, sem dúvida é a grande atração, mas vir a Kazan é um privilégio que vai muito além da Copa do Mundo, especialmente para quem gosta de história.

A cidade respira história por toda parte. Sua fundação vem da Idade Média, logo após a queda do Império Romano, entre os séculos V e XV, pelos tártaros, um povo de etnia turcomano.

No período de domínio do regime soviético, Kazan foi a capital da República Socialista Soviética Tártara Autônoma. É neste cenário de história russa, mas com grande significado para toda a humanidade, que a Seleção Brasileira vai em busca da classificação para a fase semifinal e o direito de continuar na luta pelo seu sexto título mundial no futebol.

Quando a bola rolar para Brasil e Bélgica, às 21 horas, no horário russo, valendo vaga nas semifinais da Copa do Mundo de 2018, a previsão é de que o clima em Kazan estará mais ameno, na casa dos 19 graus, e os jogadores não estarão sob o forte o efeito do calor do longo do dia.

Hoje a cidade de Kazan, capital e maior cidade da República do Tartaristão, uma das subdivisões da Federação Russa, com 1,5 milhão de habitantes, amanheceu com temperatura de 16 graus e agora na parte da tarde os termômetros já registram 24 graus.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.