A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

19/07/2019 10:40

Ao visitar túmulo da avó, rapaz denuncia depredação em cemitério

Vários túmulos foram danificados e capelas tiveram vidros estilhaçados; rapaz questiona responsabilidade da fiscalização

Silvia Frias
Vidro estilhaçado de capela no cemitério Santo Antônio (Foto: Direto das Ruas)Vidro estilhaçado de capela no cemitério Santo Antônio (Foto: Direto das Ruas)

O estudante Gabriel do Espírito Santo, 23 anos, costuma visitar o túmulo da avó no Cemitério Santo Antônio e, nesta manhã, resolveu registrar a depredação testemunhada nos últimos dias. Vidros estilhaçados e pedaços de concreto espalhados chamaram a atenção do rapaz, que denunciou a situação.

“Eu contei uns 12, 13 túmulos depredados”, disse Gabriel. Ele mora perto do cemitério e costuma ir quase todos os dias para visitar o túmulo da avó. O rapaz relata que, em conversa com funcionários, ficou sabendo de que uma pessoa furtou cobre há quatro meses, foi presa, mas, liberada.

Nas últimas semanas, os túmulo e capelas das laterais do cemitério, próximos do muro estão sendo alvo de vândalos. “Não fica ninguém aqui, deve acontecer de madrugada”, disse.

Parte do túmulo danificada (Foto: Direto das Ruas)Parte do túmulo danificada (Foto: Direto das Ruas)
Internauta fez foto de vários túmulos depredados (Foto: Direto das Ruas)Internauta fez foto de vários túmulos depredados (Foto: Direto das Ruas)

O rapaz questiona a responsabilidade por esse tipo e fiscalização dentro do cemitério. “A família é responsável pela manutenção, limpeza, mas isso é prefeitura”.

A reportagem entrou em contato com a Semadur (Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana). A informação é que a manutenção dos túmulos é de responsabilidade dos familiares e que será pedido aumento da fiscalização pela Guarda Municipal.

Direto das Ruas - A informação chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

#matéria atualizada para acréscimo de informações

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions