ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 20º

Direto das Ruas

“Bonde do 33” faz live ostentando pistolas no meio de rua na Capital

Diante da suspeita de que a live tenha sido feita no Jardim Zé Pereira, a PM reforçou o policiamento na região

Por Adriano Fernandes | 22/06/2022 20:21


Sem receio algum de serem identificados, jovens fizeram uma live através do Facebook enquanto ostentavam pistolas no meio de uma rua, na Capital. A transmissão foi feita às 23h47, possivelmente desta terça-feira (21), supostamente, no Bairro José Pereira. Após a divulgação do vídeo, o policiamento na região foi reforçado pela Polícia Militar.

Desde a publicação, a reprodução da live começou a circular em grupos de WhatsApp da Capital. Nas imagens, aparentemente, quatro jovens aparecem segurando as armas em direção à câmera de um celular. "Mostra o bico, mostra o bico. Colocar na cara", diz o jovem que fez a live enquanto um outro rapaz aponta a pistola para o celular.

Pelo menos duas armas aparecem sendo seguradas pelos jovens. "Os guri é peitudo, hein (sic). Na esquina", comentam enquanto a live ocorre no meio da rua. Enquanto se vangloria pela "coragem", o quarteto também faz questão de exaltar o quanto é "fora da lei".

"Bagulho de bandido. Nós é bandido", diz um dos rapazes, armado. "Bonde do 33", comenta outro se referindo ao artigo 33 do Código Penal, que descreve às penas que podem ser aplicadas a traficantes de drogas, e número que também é usado para identificar integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção que age dentro e fora dos presídios brasileiros.

Apesar de toda a ostentação, aparentemente, a live não fez muito sucesso. O trecho do vídeo que circula no WhatsApp mostra um pico de no máximo 16 pessoas assistindo a transmissão.

Foi onde? - A live tem sido vista por usuários do WhatsApp como uma comemoração dos jovens à decisão judicial que proibiu quatro policiais militares do Batalhão de Choque de Campo Grande, a realizarem policiamento na região oeste da Capital - onde está localizado o Jardim Zé Pereira. Os militares foram denunciados pelos crimes de tortura, injúria, violação de domicílio e lesão corporal depois de terem agredido moradores na região.

Entretanto, a decisão judicial só foi divulgada nesta quarta-feira (22), após a live. Também ainda não é possível afirmar com certeza, se o vídeo de fato foi feito no Zé Pereira, conforme apurou a reportagem junto à Polícia Militar. De qualquer forma, a PM reforçou as "abordagens, rondas e ações preventivas no bairro", para proporcionar mais segurança aos moradores.

"Analisando apenas as imagens veiculadas, em um primeiro momento, não é possível afirmar se o objeto é uma arma de fogo real ou uma réplica", também acrescentou a PM em nota. Os jovens que aparecem nas imagens ainda não foram localizados.

Direto das Ruas - A sugestão de reportagem chegou à redação pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias