ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Base da Guarda chega a bairro com esperança de trégua no “randandan”

Representante de moradores conta que grupos de motos perturbam na madrugada

Por Aline dos Santos e Caroline Maldonado | 07/05/2024 10:50
Guarda reforça ações até domingo no Maria Aparecida Pedrossian. (Foto: Caroline Maldonado)
Guarda reforça ações até domingo no Maria Aparecida Pedrossian. (Foto: Caroline Maldonado)

A Base Móvel da Guarda Civil Metropolitana, que fica desta terça-feira  a domingo (dia 12), no Bairro Maria Aparecida Pedrossian, na movimentada saída para Ribas do Rio Pardo, é a esperança dos moradores de trégua no “randandan”, quando grupo de motociclistas irrompem pela madrugada.

“Um dos maiores problemas são os grupos de motos que vêm da redondeza e fazem muito barulho. O bairro, em geral, é pacífico”, afirma o presidente da Amape, a associação de moradores, Jânio Macedo. Ele relata que chegou a contar cem motocicletas num único grupo. “As motos sem escapamentos faziam muito barulho, acordando todos os moradores”, diz Jânio.

O Parque Residencial Maria Aparecida Pedrossian tem 41 anos e 1.035 casas. A região ainda engloba Jardim Samambaia, Residencial Oiti, Jardim Panorama, Residencial Fernando Sabino e o condomínio de luxo Damha.

Ele conta que as noites de sexta-feira são as mais movimentadas, quando é realizada a feira no Maria Pedrossian. “É o dia que junta mais gente, a praça fica cheia”.

Lucinha Oliveira Silva, de 45 anos, ex-jogadora de vôlei, lidera o projeto Areias da Esperança há seis anos na praça do Maria Pedrossian. “Quando começamos o projeto, aglomerava usuários de drogas. Hoje, a situação está melhor”.

“Vamos fazer um trabalho preventivo na questão da criminalidade. Mas uma das maiores reivindicações da população é a questão das motocicletas irregulares, rodando aqui na região. Então, nós vamos procurar fazer um trabalho preventivo, mas também repressivo”, afirma o secretário especial de Segurança e Defesa Social, Anderson Gonzaga.

Presidente da associação de moradores, Jânio Macedo. (Foto: Caroline Maldonado)
Presidente da associação de moradores, Jânio Macedo. (Foto: Caroline Maldonado)

Ele afirma que, em geral, o recolhimento de motocicletas com irregularidade na documentação e flagrante de condutores sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) contribuem para reduzir a algazarra nas ruas.

“Nós recuperamos de dois a três veículos, produtos de furto ou roubo, em todas as operações que fazemos [pelos bairros]”.

Instalada na Avenida Orlando Daros, a base funcionará das 7h às 22h. Ao todo, quatro viatura e seis motos farão o reforço. Também estarão presentes a Romu (Ronda Ostensiva Municipal) e Gemop (Grupamento Especializado de Motopatrulhamento).

Base da Guarda está na Avenida Orlando Daros, a principal via do bairro. (Foto: Caroline Maldonado)
Base da Guarda está na Avenida Orlando Daros, a principal via do bairro. (Foto: Caroline Maldonado)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias