ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 25º

Direto das Ruas

Vídeo mostra camas estocadas e SES diz que local serve para guardar itens

Vídeo foi feito por homem sem identificação e SES diz que itens são armazenados em local cedido para este fim

Por Nyelder Rodrigues | 01/03/2021 18:45

Imagens de camas hospitalares sem uso, assim como outros equipamentos típicos de hospitais, como colchões, lençóis e itens de proteção individual, guardados no Centro de Convenções Albano Franco, chamaram a atenção de quem navegou pelas redes sociais na tarde de hoje (1).

No vídeo, postado por pessoa que não se identifica, são exibidos os equipamentos, e apresentados alguns questionamentos sobre a utilidade deles, já que Mato Grosso do Sul segue enfrentando problemas causados pela covid-19.

Assim que as imagens ganharam as redes sociais, a SES (Secretaria de Estado de Saúde) resolveu explicar a origem dos materiais. Segundo o governo estadual, tudo está guardado no pavilhão porque o espaço foi cedido pela Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul). Tanto doações como compras do Governo estão no local.

Sobre as camas, nota enviada pela Secretaria revela que elas estão ali pois foram usadas em hospitais de campanha erguidas no ano passado ao lado do Hospital Regional da Capital, e do Regional de Ponta Porã - cidade a 323 km de Campo Grande.

Nesses espaços, foram erguidos leitos clínicos comuns, onde os pacientes ficam internados sem necessidade de cuidados avançados e auxílio de aparelhos eletrônicos para manutenção da vida dos enfermos com covid-19.

Contudo, com o avanço da pandemia, foi percebido que em geral os pacientes que chegavam ao hospital precisavam de UTI, pois o quadro já estava se agravando, enquanto os leitos comuns eram usados apenas como medida transitória e eram dispensáveis naquele momento.

Ainda segundo a Secretária, os itens está disponíveis caso haja necessidade de uso.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário