ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 20º

Direto das Ruas

Casal precisa arrecadar R$ 7.500 para evitar dano permanente à visão da filha

A pequena Jasmyne foi diagnosticada com estrabismo grave e depende da cirurgia

Por Idaicy Solano | 09/02/2022 15:11
Jasmyne foi diagnosticada aos três meses de idade, e precisa fazer cirurgia urgente. (Foto: Direto das Ruas)
Jasmyne foi diagnosticada aos três meses de idade, e precisa fazer cirurgia urgente. (Foto: Direto das Ruas)

Jasmyne Alves Lemes tem um ano e dez meses de vida, mas tinha apenas três meses quando foi diagnosticada com estrabismo grave. Após passar por avaliação com oftalmologista aos seis meses, foi constatado que a criança precisaria passar por um cirurgia para corrigir a visão e evitar que o estrabismo cause danos permanentes.

Na época do diagnóstico, a cirurgia havia ficado em torno de 7.500 reais. Temendo que o quadro se agrave e os danos dos estrabismo se tornem permanentes, a família de Jasmyne corre contra o tempo para arrecadar o valor necessário para custear o tratamento.

De rifas a vaquinha online, o pai, Gean Carlos da Silva Lemes, de 20 anos, e a mãe, Tyatira Juliane Alves, de 21 anos, movimentam as redes sociais em busca de contribuições para fazer a cirurgia de Jasmyne o quanto antes.

Quem puder ajudar, o casal está vendendo rifas de tapetes de crochê feitos pela sogra de Gean e um bolo oferecido por uma amiga confeiteira do casal. Para entrar em contato com a família e adquirir as rifas, o número de Tyatira é (67) 99220-6885 e o de Gean (67) 98118-4180.

Eles também aceitam doações em qualquer valor na vaquinha online, para doar, basta clicar aqui.

Direto das Ruas - A história chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias