ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 27º

Direto das Ruas

Com bebê internado em estado grave e sem emprego, mãe cria vaquinha on-line

José depende dos cuidados da mãe em tempo integral e está internado no Hospital Regional há uma semana

Idaicy Solano | 04/11/2022 08:13
José está entubado em estado grave, no Hospital Regional em Campo Grande. (Foto: Arquivo Pessoal)
José está entubado em estado grave, no Hospital Regional em Campo Grande. (Foto: Arquivo Pessoal)

Nathaly Fernandes Davilla Batista, 27 anos, está com o filho de apenas cinco meses intubado e sedado no Hospital Regional, em Campo Grande, há uma semana, após o bebê sofrer uma parada cardiorrespiratória. De saúde frágil, José precisa dos cuidados da mãe em tempo integral. Sem poder trabalhar para cuidar do filho, Nathaly pede ajuda para bancar as despesas.

O bebê José sofreu uma broncoaspiração na última sexta-feira (28), que é a entrada de substâncias pela via respiratória, ocasião em que acabou aspirando leite materno e sofrendo parada cardiorrespiratória.

José precisou ser reanimado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) por cerca de 10 minutos e foi levado ao hospital em seguida. Segundo Nathaly, o leite foi parar no pulmão do bebê, causando pneumonia química. Em novos exames, foi constatado uma piora no quadro de saúde. O estado é considerado grave, mas José está sedado e estável.

José recebendo atendimento do Samu após sofrer parada cardiorespiratória. (Foto: Arquivo Pessoal)
José recebendo atendimento do Samu após sofrer parada cardiorespiratória. (Foto: Arquivo Pessoal)

De saúde frágil, o bebê tem refluxo gastroesofágico e alergia ao leite de vaca, o que faz com que os cuidados precisem ser redobrados. “Por conta da alergia dele eu tenho que estar tirando 60 ml de leite pra ele de três em três horas. Tenho um filho de nove anos que está com a minha mãe, para eu poder ficar na função do bebê”, relata Nathaly.

José tem nanismo, está na fila de espera por uma vaga na Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e precisa de tratamento fisioterapêutico. Por conta da parada cardiorrespiratória, também vai precisar passar por exames neurológicos e de tomografia. “Meu filho é um milagre de Deus. Creio que em breve ele virá pra casa”, finaliza.

Para ajudar nas despesas com transporte, alimentação, itens de higiene do bebê, exames e fisioterapia, Nathaly decidiu abrir uma vaquinha online. Quem tiver interesse em ajudar, pode doar qualquer quantia através do pix: 3263261@vakinha.com.br ou doar na vaquinha online clicando aqui.

Nathaly também abriu uma rifa, no valor de R$ 10,00 com prêmio de R$ 200. Para adquirir algum número, basta entrar em contato pelo Instagram @mamaedopedrojorge ou pelo WhatsApp 67 99301-9198.

Direto das Ruas - O pedido de ajuda chegou pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias