A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

31/12/2015 13:20

Família perde pertences após furto, mas 'joia' Dolly é quem faz mais falta

Raiza Calixto
Dolly, cadelinha que sumiu após ladrões invadirem casa.(Foto:Direto das Ruas).Dolly, cadelinha que sumiu após ladrões invadirem casa.(Foto:Direto das Ruas).

O furto em uma residência na região da Nova Campo Grande, na tarde de quarta-feira (30), desestabilizou a família da professora Queli Aparecida do Nascimento, de 30 anos. Os ladrões levaram algumas coisas, como semijóias, mas problema mesmo foi terem furtado Dolly, a poodle toy três anos que era o xodó da casa.

Queli procurou o Campo Grande News pelo WhatsApp, pelo canal Direto das Ruas, na tentativa de ter Dolly de volta. Segundo a professora, ela e o marido saíram por volta das 15h para fazer compras e retornaram às 17h, intervalo de tempo em que acredita que o crime ocorreu.

Ao voltarem para casa, notaram que o imóvel estava bagunçado, a janela estava arrombada. Além de Dolly, os ladrões levaram uma caixa com as semijóias da professora. “ A única coisa que importa é recuperar a nossa cadelinha Dolly, ele é parte da família, está sendo muito difícil sem ela”, lamentou.

O sofrimento da família a levou a imprimir panfletos e contratar motos com alto-falantes para tentar encontrar a poodle, desamparada com a situação a professora optou por tentar encontrar o animalzinho primeiro, ao invés de registrar o boletim de ocorrência em alguma delegacia.

“É terrível, não desejo a ninguém, um animal indefeso, inocente, estou preocupada porque ela é muito apegada a mim, não sei se esta bem, nossa é muito sofrimento”. Desabafou a professora.

Essa não é a primeira vez que a família de Queli é vítima de furtos na região, há cerca de um ano eles tiveram a casa invadida, na ocasião os suspeitos levaram a máquina de cortar grama, “A segurança aqui na região é péssima, não podemos nem sair de casa que somos assaltados, é um absurdo”. Reclamou.

“Qualquer pessoa que tiver alguma informação sobre o paradeiro de Dolly, por favor entre em contato conosco, estamos sofrendo muito com a ausência dela”, solicitou a professora. Informações sobre o animal podem ser passadas através dos números: 9259-6682 e 9259-6683. A família oferece reconpensa a quem souber a localização da cadelinha.

Direto das Ruas - A sugestão acima foi enviada à redação do Campo Grande News via WhatsApp, pelo canal Direto das Ruas. Pelo número (67) 9687-7598 ou então pelo e-mail redacao@news.com.br, podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions