ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  27    CAMPO GRANDE 28º

Direto das Ruas

Família se esconde sob mesa enquanto casa é destelhada pelo vento

Família perdeu colchões, roupas e móveis depois de temporal em loteamento no Jardim São Conrado

Por Ana Oshiro | 14/10/2021 10:55

Moradoras do Loteamento Figueira do Parque, no Jardim São Conrado, Carla Dayane, desempregada de 35 anos, e as três filhas de 11, 13 e 17 anos precisaram se abrigar debaixo de uma mesa na manhã desta quinta-feira (14) para se esconderem dos ventos e da forte chuva que atingiu Campo Grande.

No vídeo acima, é possível ver como a casa da família ficou quando o temporal passou, sem as telhas de eternit nos dois quartos e em parte da varanda. "Umas 6h30, veio o vendaval e arrancou tudo enquanto a chuva engrossava. Nos escondemos debaixo da mesa, não tinha o que fazer, o vento tava muito forte. Perdemos roupas, documentos, não deu pra salvar nada, mas graças a Deus, ninguém se machucou", contou Carla ao Campo Grande News.

Quarto das filhas de Carla ficou destelhado e colchões encharcados. (Foto: Direto das Ruas)
Quarto das filhas de Carla ficou destelhado e colchões encharcados. (Foto: Direto das Ruas)

Morando há um mês no loteamento, na Rua Algodão do Campo, Carla disse que pelo menos oito casas foram destelhadas na manhã desta quinta. "Teve vizinho que o muro caiu, um deles perdeu a parede toda. Muita gente perdeu as roupas e colchão, porque o vento levou as telhas e a chuva entrou nas casas, molhando tudo", explicou.

A família precisa de ajuda com colchões e roupas, já que tudo ficou encharcado pela chuva. "Acabei de comprar telha de eternit nova, tudo fiado pra poder arrumar a casa, deu R$ 2 mil, ainda não sei como vou pagar. A gente precisa de pelo menos 2 colchões de casal, somos em 5 pessoas aqui. As roupas é só esperar o sol sair e secar, mas pra usar hoje, só temos a que tá no corpo. Os guarda-roupas acho que vou precisar jogar fora, molhou inteiro", desabafou Carla.

De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a previsão é de mais chuva ao longo dos próximos dias. Por volta das 6h50, os ventos na Capital atingiram 73 km/h. Quem quiser ajudar a família de Carla e outros moradores do loteamento, pode entrar em contato com ela pelo telefone (67) 99870-6828, que também recebe mensagens de WhatsApp.

Direto das Ruas - Por meio do canal Direto das Ruas, moradores podem enviar flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos. Basta chamar pelo WhatsApp (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário