ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Vendaval em município de MS derruba duas torres de transmissão no mesmo dia

Com a força das ventanias durante o dia chuvoso, as estruturas cederam

Por Guilherme Correia | 14/10/2021 09:30
Uma torre de telecomunicações ficou entortada e caiu em Itaquiraí. (Foto: Direto das Ruas)
Uma torre de telecomunicações ficou entortada e caiu em Itaquiraí. (Foto: Direto das Ruas)

Ao menos duas torre de transmissão caíram na manhã desta quinta-feira (14), no município de Itaquiraí, distante 410 quilômetros de Campo Grande, por conta das tempestades que estão sendo registradas na região.

Uma estrutura de telecomunicações entortou e ficou dobrada ao meio. Além disso, a rodovia BR-163 ficou interditada por conta da queda de uma torre de transmissão de energia elétrica, também ocasionada por um vendaval.

Torre de energia desabou em Itaquiraí. (Foto: Direto das Ruas)
Torre de energia desabou em Itaquiraí. (Foto: Direto das Ruas)

Conforme apurado pela reportagem, o local está fechado por tempo indeterminado e equipes deverão retirar os cabos da pista, posteriormente. O Campo Grande News pediu mais informações à concessionária Energisa, que distribui o recurso para a maioria dos municípios de Mato Grosso do Sul, mas não foi respondido até o momento.

Veículos que passarem por lá, terão de fazer manobras pela via federal para conseguir trafegar normalmente.

De acordo com o empresário local Ueliton de Oliveira, Itaquiraí está sem energia desde meia-noite, muitas árvores caíram e até mesmo o telhado de um estabelecimento cedeu. “Foi um estrago feio. Estamos sem energia desde a meia-noite. Caiu muitas árvores e essa torre é do frigorífico, em Itaquiraí, que está sem abate porque está sem energia”.

Segundo o meteorologista Natálio Abrahão, ao menos 23,4 milímetros de chuva caíram nesta manhã nesse município. Mais cedo, a Defesa Civil emitiu um alerta para que a população tome cuidados com os perigos causados pela natureza.

Consultado pelo Campo Grande News, o engenheiro eletricista Gabriel Correia explica que a primeira estrutura se assemelha a uma torre de transmissão de telecomunicações. Já a outra torre requer alguns cuidados a quem passar pelo local, já que os cabos e o metal estão energizados.

(*) Colaborou e Helio de Freitas, de Dourados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário