A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

19/02/2015 17:28

Leitores se queixam da demora no atendimento da Ortopedia do HU

Anna Camposano e Aline dos Santos
Pacientes lotaram setor à espera de consulta no HU (Hospital Universitário). (Foto: Direto das Ruas)Pacientes lotaram setor à espera de consulta no HU (Hospital Universitário). (Foto: Direto das Ruas)
Foto tirada pelo leitor no UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no Bairro Guanandi. (Foto: Direto das Ruas)Foto tirada pelo leitor no UPA (Unidade de Pronto Atendimento) no Bairro Guanandi. (Foto: Direto das Ruas)

A quinta-feira foi de superlotação no setor de ortopedia do HU (Hospital Universitário) em Campo Grande. Apesar de muita gente ter madrugado, os atendimentos para consultas começaram somente por volta das 11h.

“Cheguei às 5h30 da manhã e já tinham 30 pessoas na minha frente”, conta a professora Thalita Figueiredo, 35 anos.
Ela conta que enquanto 70 pessoas aguardavam consulta, a informação no setor era de que ocorria uma reunião. “Tinha idoso, criança, todo mundo para ser atendido”, relata. A professora sofreu uma fratura no braço e faz tratamento no hospital.

Uma estudante de 22 anos, que preferiu não se identificar, também estava na fila de espera e entrou em contato com o Campo Grande News via WhatsApp por causa da demora. Segundo ela, as consultas são feitas por ordem de chegada, e todos os pacientes são orientados a chegar às 6h, e para segurar vaga algumas pessoas começam a comparecer a partir das 5h. “Tem pessoas em pé e sentadas no chão porque não tem lugar pra sentar, pessoas do lado de fora, um verdadeiro descaso” reclama a estudante.

Outro leitor que preferiu não se identificar, nos procurou para reclamar da demora no atendimento no UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 horas do Bairro Guanandi. “Tem pessoas aqui desde o período matutino e não foi atendido, circula boatos de que só tem um médico atendendo, populares já foram tirar satisfação e como sempre foram maltratados por funcionários da instituição, e ainda por cima esta chovendo mais aqui dentro do que lá fora” conclui o leitor.

O Campo Grande News entrou em contato com a SESAU (Secretaria Municipal de Saúde Pública) por meio de assessoria que informou que o atendimento foi normal, mas que iria averiguar a situação. A reportagem também tentou contato com a assessoria do HU (Hospital Universitário) que informou que o tendimento seguiu normalmente nesta quinta feira(19) e não houve reuniões entre médicos.

Direto das Ruas - Pelo canal de interação entre a redação e o leitor, podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelo número (67) 9687-7598.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions