A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

23/12/2014 08:02

Moradores do Jardim Itatiaia sofrem com infestação de animais

Stephanie Romcy
Caramujos da espécie africana vem aparecendo na residência de moradores. (Foto: Direto das Ruas)Caramujos da espécie africana vem aparecendo na residência de moradores. (Foto: Direto das Ruas)
Na região há muitos terrenos abandonados com o mato muito alto, o que facilita a proliferação dos bichos. (Foto: Direto das Ruas)Na região há muitos terrenos abandonados com o mato muito alto, o que facilita a proliferação dos bichos. (Foto: Direto das Ruas)

Dentre tantos problemas e transtornos que terrenos baldios causam, um deles é a proliferação de animais, como caramujos. Moradores da rua Manoel Olegario da Silva, no Jardim Itatiaia, em Campo Grande, estão sofrendo com infestação de caramujo africano.

"Estamos enfrentando sérios problemas com esses bichos, há algum tempo eram escorpiões. Na rua existem muitos terrenos abandonados que não são limpos. Já solicitamos a alguns órgãos para resolver esses problemas, mas a situação se agrava a cada dia", comenta a leitora Erika Mendes Onori.

O Campo Grande News recebeu imagens da situação via aplicativo WhatsApp.

Por meio de nota, a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) informou que neste ano registrou 83 notificações de proprietários que não limparam o terreno no Jardim Itatiaia. Após o recebimento da notificação, o proprietário tem o prazo de 10 dias úteis para o cumprimento da mesma.

Transcorrido o prazo, o agente fiscal da Semadur retorna ao local para vistoria, caso não tenha sido cumprida a notificação, o proprietário então é autuado (multado), de acordo com o Código de Polícia Administrativa do Município Lei n. 2909, Artigo 18-A. A multa nestes casos variam entre R$ 1.721 e R$ 6.884, sendo a mesma implantada na inscrição imobiliária do imóvel, vinculada ao IPTU.

Deste modo, a intenção da administração pública não é multar os proprietários dos imóveis e sim efetivar o cumprimento da Lei fazendo com que o proprietário mantenha seu terreno limpo, capinados e drenados, evitando assim uma série de problemas em decorrência do fato como de segurança pública, focos de criadouros do mosquito da dengue, e caramujos, como citado.

A orientação é de que o cidadão deve registrar a denuncia pelo 156 ou solicitar a limpeza pública pelos telefones 3314-3675/3676 da Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação). Se os moradores já pediram, eles registraram e tem protocolo, podem acompanhar e cobrar para a equipe ir ao local, onde cada pedido entra em uma lista de solicitações, que são milhares durante cada semana.

Direto das Ruas – Envie sua notícia, flagrante, sugestões de matérias, fotos, áudios e vídeos via WhatsApp pelo número (67) 9687-7598.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions