A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

03/11/2017 17:55

Motoristas reclamam de falta de fiscalização durante emenda de feriado

Há quem diga que falta educação no trânsito entre motoristas e pedestres de Campo Grande

Bruna Kaspary
Movimento intenso no centro da cidade (Foto: Bruna Kaspary)Movimento intenso no centro da cidade (Foto: Bruna Kaspary)

Com a emenda do feriado de finados somado ao pagamento dos funcionários da prefeitura, o movimento intenso no centro de Campo Grande afetou o trânsito nas principais ruas da região. Segundo alguns motoristas, falta a fiscalização e educação por parte de quem está atrás dos volantes e até mesmo dos pedestres.

"Tem quem ache que vai dar tempo passar o cruzamento com o sinal amarelo, e depois acaba por bloquear a passagem de quem está na outra rua", lembra a acadêmica de psicologia Francine Ferreira, 23 anos.

Ela alega que atitudes como essas são reflexos da falta de fiscalização. "Eu mesma já estacionei aqui no centro várias vezes sem colocar parquímetro e nunca sequer fui notificada. Agora, se nem isso fazem, imagina fiscalizar quem fura sinal e fecha cruzamento".

A cerimonialista Dyandra Merlin, 30 anos, concorda com a estudante e ainda lembra que em sete meses morando na capital, já bateram duas vezes em seu carro. "Eu estava levando meus irmãos à um show quando bateram, o pior é que o motorista fugiu. Se houvesse uma fiscalização rígida, ele teria sido localizado", afirma.

Para ela, a fiscalização eletrônica pode ser uma aliada dos agentes de trânsito. "Se não tem como colocar fiscal em tantos locais, coloca câmera, quando bateram em mim procurei por imagem e não encontrei nada, isso ia ajudar a identificar o motorista", afirma.

A equipe do Campo Grande News andou pelas ruas 14 de Junho e 13 de Maio no trecho entre as ruas Afonso Pena e Antônio Maria Coelho para averiguar a reclamação de falta de fiscalização.Durante o trajeto foram encontradas uma viatura da Agetran, que estava de passagem para a região, e uma da Guarda Municipal de trânsito, que estava parada no cruzamento da 13 com a Afonso Pena.

Ao tentar entrar em contato com BPtran (Batalhão de Trânsito da Polícia Militar) e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) para questionar sobre a falta de fiscalização, a equipe não teve as ligações atendidas.

 

Direto das Ruas - Sugestões de pauta podem ser enviadas pelos canais de interação entre a redação e o leitor. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, fotos, áudios e vídeos, pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 9 9955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions