A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

02/07/2018 14:26

População reclama de demora no atendimento em postos de saúde

Atendimentos foram concentrados no período vespertino por causa do jogo da seleção brasileira, mas pacientes reclamam da situação

Gabriel Neris
Quem precisa de atendimento no CEM enfrenta longa fila (Foto: Direto das Ruas)Quem precisa de atendimento no CEM enfrenta longa fila (Foto: Direto das Ruas)

Quem precisou de atendimento médico ou receber vacina contra a gripe no início da tarde desta segunda-feira (2) enfrentou dificuldades na Capital. O Campo Grande News recebeu diversas reclamações de pacientes enfrentando filas e sob um sol escaldante.

Na UBS (Unidade Básica de Saúde) Nicolau Fragelli, no bairro Lar do Trabalhador, o engenheiro Eduardo Barros, 54, afirma que há um cartaz avisando sobre o atendimento a partir das 13h, porém mais de 30 minutos depois a fila estava enorme e posto fechado.

“Tem um monte de cadeirantes, idosos com andador, crianças. Um agente de saúde disse que ia abrir às 14h”, reclama.

Ele conta que chegou ao posto depois das 12h para acompanhar a mãe e que havia um médico no local, porém ninguém foi atendido. No cartaz a explicação é de que a unidade funcionaria das 13h às 17h em virtude do jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo de futebol. A partida terminou antes do meio-dia.

Pacientes aguardam debaixo de sol forte na UBS do Lar do Trabalhador (Foto: Direto das Ruas)Pacientes aguardam debaixo de sol forte na UBS do Lar do Trabalhador (Foto: Direto das Ruas)
Pacientes aguardam atendimento na UPA Leblon (Foto: Direto das Ruas)Pacientes aguardam atendimento na UPA Leblon (Foto: Direto das Ruas)

A reportagem também recebeu imagens de filas no CEM (Centro de Especialidades Médicas), na região central da Capital. Um cartaz também avisava que o local não funcionaria das 6h às 13h, porém o atendimento teria início às 13h até ás 22h.

Também há relatos de filas na UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do bairro Sírio Libanês e na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon. “Tem um médico, mas não está atendendo. Tem gente desde às 8h e não foi atendido. Tem muita gente, mais de 100 pessoas”, disse um homem que está acompanhando a esposa na UPA Leblon.

Entramos em contato com a assessoria da Prefeitura de Campo Grande e até o fechamento dessa matéria não obtivemos resposta sobre o problema.

Assista abaixo as imagens feitas por pacientes mostrando as filas nas unidades de saúde

Direto das Ruas – A sugestão de pauta chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions