A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Abril de 2019

08/02/2019 22:19

Problema recorrente, estrada vira rio ao chover na Chácara dos Poderes

Segundo um morador em duas horas, choveu cerca de 90 milímetros na região

Adriano Fernandes
Condutores foram pegos de surpresa pelos alagamentos. (Foto: Direto das Ruas) Condutores foram pegos de surpresa pelos alagamentos. (Foto: Direto das Ruas)

O temporal que atingiu a Chácara dos Poderes, no final desta tarde (08) mais uma vez, trouxe a tona um problema que é recorrente por lá. Sempre que chove a água forma enxurradas que transformam as estradas em verdadeiros rios.

Um problema que traz dor de cabeça para os moradores – que se veem ilhados-, mas também causa um prejuízo ecológico, conforme explica o jornalista aposentado e morador na região, Flávio Teixeira.

Flávio conta que nesta sexta-feira a chuva começou às 16h30 e só perdeu força por volta das 18h30. O lamaçal ele registrou em vídeo, mas também contou em detalhes para a reportagem.Durante essas duas horas choveu cerca de 90 milímetros pela região, segundo ele

“A água sempre toma conta principalmente das estradas EW2 e MS1 que são justamente as vias de acesso para a região e com isso, elas se tornam completamente intransitáveis. Ficamos ilhados”, comenta.

De acordo com o morador a enxurrada escoa de regiões como o Jardim Noroeste e Leon Denizart Cont e gera transtornos tanto durante, quanto após o temporal. “Por que a enxurrada abre valetas de fora a fora na estrada, além de formar muitos buracos”, completa.

Recentemente máquinas da prefeitura estiveram por lá fazendo caixas de contenção às margens da pista. “Mas não adiantou”, acrescenta. O morador se queixa de falta de ações mais efetivas para evitar a situação.

“O problema começou há cerca de 10 anos, quando eles começaram a lotear a região do Noroeste. Naquela época não foi feito nenhum sistema de drenagem e, desde então o problema só vem piorando cada vez mais”, pontua.

Mas não é só a questão logística da região que é comprometida pelas chuvas. A enxurrada que toma conta das estradas, deságua direto no Córrego Pedregulho, que aos poucos vem “morrendo” enquanto perde espaço para a areia.

“Fora toda essa situação também é triste do ponto de vista ecológico em relação ao córrego, que aos poucos está sendo destruído”, lamenta. A situação, inclusive, já foi retratada em outra reportagem do Campo Grande News. O córrego é afluente de outro importante curso da Capital, o Córrego Botas.

No vídeo a seguir Flávio registrou como fica a estrada NE2, entre a EW 2 e MS. O trecho fica bem próximo da sua chácara. 

 

 

Direto das Ruas – O vídeo chegou ao Campo Grande News por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions