ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 

Direto das Ruas

Sem insulina para filho há 3 meses, homem pede ajuda para comprar medicamento

José Roberto tem 8 anos e faz tratamento para 9 CID além de ser autista e e epilético

Por Ana Beatriz Rodrigues | 25/02/2021 17:58
Fachada da Casa da Saúde região central de Campo Grande. (Foto:Henrique Kawminami/Arquivo Campo Grande News)
Fachada da Casa da Saúde região central de Campo Grande. (Foto:Henrique Kawminami/Arquivo Campo Grande News)

Sem Insulina para o filho de oito anos desde novembro de 2020, o açougueiro Rubens Aquino, de 41 anos, pediu ajuda ao Campo Grande News por não ter mais como comprar o medicamento.

Rubens conta que o pequeno José Roberto utiliza três canetas por mês,  média de 60 doses de insulin.  “Só eu trabalho em casa, minha esposa fica cuidando do nosso filho, para ele não se machucar”, contou o açougueiro.

José Roberto sorridente brincando em casa (Foto: Arquivo Pessoal/Direto das Ruas)
José Roberto sorridente brincando em casa (Foto: Arquivo Pessoal/Direto das Ruas)

De acordo com o pai, o menino faz tratamento com neuropsicólogo no CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) do bairro Guanandi para cuidar de nove doenças paralelas. Entre essa doenças, José apresenta epilepsia e autismo, doenças que requerem  atenção redobrada.

A família relata que por  morar na região do Nova Campo Grande e precisar levar a criança pelo menos uma vez por semana ao CAPS, gastam muito  com transporte, fora os custos que estão tendo que ter com a medicação.

 A reportagem procurou a SES (Secretaria Estadual de Saúde) para saber se há alguma explicação para a falta desse medicamento na unidade de saúde, mas até a conclusão desta matéria não houve nenhuma resposta da secretaria.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário