ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 32º

Direto das Ruas

Supelotado, HU volta a atender pacientes em corredor

Pessoas foram colocados nos corredores do hospital em meio a calor intenso

Por Lucia Morel | 23/09/2021 15:37
Pacientes em corredor no Humap. (Foto: Direto das Ruas)
Pacientes em corredor no Humap. (Foto: Direto das Ruas)

Mais uma vez a superlotação do Humap (Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian), em Campo Grande, é alvo de reclamação. A paciente Denise Coene, de 44 anos, está no PAM (Pronto Atendimento Médico) da unidade desde terça-feira esperando cirurgia no punho, que quebrou. “E hoje eu estou desde cedo sem comer”, lamentou sobre o mau atendimento.

Ela conta que para desafogar o PAM, pacientes foram colocados nos corredores do hospital e em condições degradantes, já que o calor é intenso. “Tem gente com câncer, idoso. É o maior calor e as pessoas nos corredores”, reclamou.

Durante o mês de agosto, o Campo Grande News mostrou em diversas matérias a situação. Na ocasião, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) chegou a informar que começaria a transferir pacientes para outras unidades, mas com o Hospital Regional ainda atendendo apenas covid-19, as demais unidades hospitalares acabam ficando sobrecarregadas.

“Eu perguntei aqui pra enfermeira porque continuam aceitando pacientes, e ela disse que não podem recusar”, relatou Denise. Para ela, toda a situação é um descaso e sem macas ou camas para todos, muitas pessoas estão aguardando em cadeiras.

A reportagem entrou em contato com o Humap, que confirmou a situação e relatou que “com a queda dos casos de coronavírus e a retomada dos atendimentos de urgência e emergência em julho de 2021, nas últimas semanas o Humap-UFMS/Ebserh está atendendo pacientes em número muito superior ao estabelecido no contrato, pois não está havendo a correta regulação dos pacientes pela Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande”.

Segundo o hospital, a situação atual é a seguinte: a ala vermelha tem capacidade para seis pacientes, mas mantém 15 hoje; a amarela tem capacidade para oito, e mantém os mesmo oito. Já a ala verde tem espaço para apenas quatro, mas mantém 42 pacientes. "Todos os pacientes que estão nos corredores são da ala verde", disse o Humap.

A Sesau também foi questionada e informou que "para a regulação de pacientes de urgência e emergência no município, é sempre levado em consideração a ocupação de cada hospital antes do pedido da vaga, estão sendo regulados para o Hospital Universitário apenas os casos de pacientes que necessitam de atendimentos os quais o HU é referência no tratamento".

Além disso, sustentou também que "em Campo Grande, grande parte dos procedimentos eletivos já retornaram. No Hospital Regional a retomada destes atendimentos está sendo feita conforme a disponibilização de leitos e diminuição do fluxo de Covid-19, desta forma, alguns procedimentos já estão sendo normalizados aos poucos".

Direto das Ruas - O relato chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Matéria editada às 16h42 para acréscimo de informações.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário