A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Abril de 2019

15/04/2019 11:56

Telhado de escola municipal entorta e preocupa pais de alunos

Semed diz que já existe um levantamento para realização de reparo na unidade de ensino

Ronie Cruz
Telhado da Escola Municipal Darthesy Novaes Caminha  está cedendo (Foto: Marina Pacheco)Telhado da Escola Municipal Darthesy Novaes Caminha está cedendo (Foto: Marina Pacheco)

Construída há cerca de 30 anos para atender os moradores do bairro Chácara das Mansões e de propriedades rurais vizinhas, a Escola Municipal Darthesy Novaes Caminha sofre as ações do tempo visíveis no telhado que começou a ceder. As vigas centrais de madeira nos dois pavilhões estão curvadas. As ondulações ficam evidentes por quem passa no entorno do colégio e preocupam os moradores da região que estão com medo que o teto caia.

Na manhã desta segunda-feira, moradores bloquearam a rua Niquelândia por quase quatro horas para reivindicar melhorias no bairro, entre elas a reforma da escola e o reparo de estradas vicinais prejudicadas pelas chuvas, o que dificulta o escoamento da produção rural e o transporte dos ônibus do transporte coletivo e escolar. “Foi uma manifestação pacífica para a melhoria do nosso bairro. Se as autoridades não tomarem uma providência vamos fechar todas as entradas do bairro”, afirmou a moradora Joceli Jara, 44.

A direção da escola não autorizou a entrada da reportagem do Campo Grande News no colégio. Mas informou que desde 2017 tem enviado comunicados para a Semed (Secretaria Municipal de Educação) sobre os problemas de infraestrutura na escola e, por isso, solicitou ao município uma reforma do prédio.

Sobre o problema no telhado, a diretora Osmarina Souza Aragão disse que os pedidos são enviados mensalmente. “Enviados a solicitação sobre o telhado para a Semed, já está no orçamento deles, mas ainda não deram previsão. Avisamos sobre o problema com o telhado e as infiltrações quando chove”, disse.

O relatório também inclui queixas sobre os corredores que ficam alagados durante as chuvas. São nove salas de aulas para atender 346 alunos que estudam o primeiro e segundo grau.

Entramos em contato com a Prefeitura de Campo Grande, que por meio da Semed (Secretaria Municipal de Educação), informou que já está se fazendo um levantamento orçamentário da obra de reparo do telhado da escola.

Direto das Ruas - A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions