A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

23/08/2018 10:01

Vítima pede socorro aos gritos e ladrão armado de faca acaba preso

crime aconteceu por volta das 8h desta quinta-feira (23), em frente à UFMS, na Avenida Costa e Silva, no Bairro Pioneiros

Viviane Oliveira e Bruna Kaspary
Rapaz na viatura da Polícia Militar foi levado para a Depac Piratininga (Foto: Henrique Kawaminami)Rapaz na viatura da Polícia Militar foi levado para a Depac Piratininga (Foto: Henrique Kawaminami)

Homem de 18 anos foi imobilizado e preso por um grupo após roubar o aparelho celular de uma universitária também de 18 anos. O crime aconteceu por volta das 8h desta quinta-feira (23), em frente à UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), na Avenida Costa e Silva, no Bairro Pioneiros, região sul de Campo Grande.

A estudante de Pedagogia contou à reportagem que seguia para a universidade conversando com um amigo pelo celular, quando o rapaz em uma bicicleta arrancou o aparelho da mão dela e fugiu. Desesperada, a jovem começou a gritar e correr atrás dele na ciclovia.

Para escapar, o ladrão tentou jogá-la para a avenida, mas a universitária puxou a mochila dele, foi quando ele virou e a ameaçou com uma faca. A situação chamou atenção de quem passava pelo local e um grupo conseguiu derrubar o rapaz da bicicleta e imobilizá-lo até a chegada da Polícia Militar, que foi acionada em seguida.

O ladrão identificado por Alisson Rodrigues da Silva pedia para não chamar a polícia, pois preferia apanhar do grupo a ser preso. “Ele falava que não tinha nenhum b.o contra ele, mas mesmo assim preferia ser espancado a ir para a delegacia”, contou a estudante. A vítima conseguiu recuperar o iPhone com a tela quebrada.

Homem foi cercado e imobilizado por grupo até a chegada da polícia (Foto: Direto das Ruas) Homem foi cercado e imobilizado por grupo até a chegada da polícia (Foto: Direto das Ruas)
Crime aconteceu por volta das 8h desta quinta-feira em frente à universidade (Foto: Henrique Kawaminami)Crime aconteceu por volta das 8h desta quinta-feira em frente à universidade (Foto: Henrique Kawaminami)

Ela disse que entrou em desespero e resolveu perseguir o ladrão, porque a mãe dela havia acabado de terminar de pagar o celular. O rapaz foi preso por uma equipe do Pelotão do Jardim Jóquei Clube e levado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga. A policia recomenda que não se reaja a nenhum tipo de violência, pois a situação pode virar tragédia. Somente neste ano, cinco mortes foram registradas em tentativas e assaltos na Capital. Em todos os casos, as vítimas reagiram. 

Direto das Ruas - O Campo Grande News recebeu a informação por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.



Pedem pra vítima não reagir, mas não se vê ninguém fazendo nada. Todos os dias mais e mais histórias de roubos de celulares, carros e tantas outras coisas. Se nós, a população, vítimas desses vagabundos não começarmos a fazer alguma coisa, daqui a pouco ninguém mais vai poder sair na rua, porque a polícia seja civil ou militar não faz nada, não sei se por falta de condições ou por falta de vontade. O que não dá é pra aceitar calado que um bandido venha e tire tudo o que a gente adquiriu com tanto sacrifício e não poder fazer nada. e ver que ninguém também tá pouco interessado em fazer. Esse cara deveria ter apanhado até ficar torto, de ter que ficar internado por uma semana, antes de entregarem ele pra polícia...
 
Mariana Carvalho em 23/08/2018 14:49:47
Povo ruim sô. nem para satisfazer a vontade do bandido que pediu para levar uma piaba
 
Alex André de Souza em 23/08/2018 14:26:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions