A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/11/2013 11:22

Valor de presente cai 12,6%, mas comércio vai faturar R$ 708 milhões

Luciana Brazil
Quase 90% da população irão às compras neste Natal em Mato Grosso do Sul. (Foto: Cleber Gellio)Quase 90% da população irão às compras neste Natal em Mato Grosso do Sul. (Foto: Cleber Gellio)

O comércio em Mato Grosso do Sul deve faturar neste fim de ano até R$ 708 milhões durante as compras de Natal, segundo pesquisa da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens e Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul) que analisa a intenção de compra dos consumidores.

Apesar do montante, a população economicamente ativa do Estado vai gastar menos na hora de agradar. O valor médio do presente será de R$166, uma queda de 12,6% em relação a 2012, quando o valor chegava a R$190.

Segundo o pesquisador José Francisco Reis Neto, o endividamento do consumidor tem gerado maior cautela na hora de gastar. Com o aumento do poder de compra, a população tem comprometido ainda mais o salário, e segundo José Francisco, isso reflete na hora de comprar os presentes de Natal.

“O endividamento não é a inadimplência. É diferente. O endividamento significa que o consumidor está comprando mais, comprando mais carro, mais moto e comprometendo mais o salário. Por isso o valor do presente que as pessoas querem comprar diminuiu”.

Conforme estimativa da Fecomércio, 89% dos consumidores do Estado irão às compras no Natal, data onde o comércio mais fatura. Desse total de consumidores, 39,8% recebem salário entre R$ 1.401 e R$ 4.200.

Em seguida estão os consumidores que ganham entre R$ 701 e R$ 1.400. Eles representam 36,3% do total de compradores.

As lojas do centro são os locais preferidos para a grande maioria que vai às compras. Ao todo, 78% da população optam por ir ao centro na hora de comprar. Em Campo Grande, 38% da população engrossam essa escolha.

As mulheres representam 63,2% e os casados representam 41,0% dos consumidores. As faixas etárias entre 25 a 30 e de 31 a 40 anos são as que mais vão gastar no Natal.

Os R$ 708 milhões que o comércio vai movimentar é referente à aquisição de três presentes por consumidor. A pesquisa aponta também R$ 236.700 milhões como valor que será injetado no comércio referente à compra de apenas um presente.

Para 67% dos consumidores o ano de 2013 foi melhor que o ano passado, o que demonstra uma posição otimista em relação à condição financeira.

Pesquisa: A pesquisa divulgada hoje (12) pela Fecomércio foi feita em 13 cidades do Estado entre os dias 10 e 24 de outubro.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions