A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

12/11/2013 11:22

Valor de presente cai 12,6%, mas comércio vai faturar R$ 708 milhões

Luciana Brazil
Quase 90% da população irão às compras neste Natal em Mato Grosso do Sul. (Foto: Cleber Gellio)Quase 90% da população irão às compras neste Natal em Mato Grosso do Sul. (Foto: Cleber Gellio)

O comércio em Mato Grosso do Sul deve faturar neste fim de ano até R$ 708 milhões durante as compras de Natal, segundo pesquisa da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens e Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul) que analisa a intenção de compra dos consumidores.

Apesar do montante, a população economicamente ativa do Estado vai gastar menos na hora de agradar. O valor médio do presente será de R$166, uma queda de 12,6% em relação a 2012, quando o valor chegava a R$190.

Segundo o pesquisador José Francisco Reis Neto, o endividamento do consumidor tem gerado maior cautela na hora de gastar. Com o aumento do poder de compra, a população tem comprometido ainda mais o salário, e segundo José Francisco, isso reflete na hora de comprar os presentes de Natal.

“O endividamento não é a inadimplência. É diferente. O endividamento significa que o consumidor está comprando mais, comprando mais carro, mais moto e comprometendo mais o salário. Por isso o valor do presente que as pessoas querem comprar diminuiu”.

Conforme estimativa da Fecomércio, 89% dos consumidores do Estado irão às compras no Natal, data onde o comércio mais fatura. Desse total de consumidores, 39,8% recebem salário entre R$ 1.401 e R$ 4.200.

Em seguida estão os consumidores que ganham entre R$ 701 e R$ 1.400. Eles representam 36,3% do total de compradores.

As lojas do centro são os locais preferidos para a grande maioria que vai às compras. Ao todo, 78% da população optam por ir ao centro na hora de comprar. Em Campo Grande, 38% da população engrossam essa escolha.

As mulheres representam 63,2% e os casados representam 41,0% dos consumidores. As faixas etárias entre 25 a 30 e de 31 a 40 anos são as que mais vão gastar no Natal.

Os R$ 708 milhões que o comércio vai movimentar é referente à aquisição de três presentes por consumidor. A pesquisa aponta também R$ 236.700 milhões como valor que será injetado no comércio referente à compra de apenas um presente.

Para 67% dos consumidores o ano de 2013 foi melhor que o ano passado, o que demonstra uma posição otimista em relação à condição financeira.

Pesquisa: A pesquisa divulgada hoje (12) pela Fecomércio foi feita em 13 cidades do Estado entre os dias 10 e 24 de outubro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions