A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

01/03/2010 21:11

Acordo garante a 1ª indústria de leite em pó do Estado

Redação

O município de Terenos, a 30 quilômetros de Campo Grande, será sede da primeira indústria de leite em pó do Estado. A fábrica, do grupo Vencedor, será instalada em duas etapas: a primeira em 12 meses e a segunda, em 36 meses, quando a planta industrial atingirá sua capacidade plena, de 600 mil litros de leite.

O empreendimento terá investimentos iniciais de R$ 30 milhões e foi celebrado entre os empresários e o governo estadual através da Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo). Na primeira fase da fábrica, devem ser gerados 250 empregos diretos.

Além do leite em pó, a planta contará com a tecnologia para a produção de diversos queijos, obedecendo aos mais elevados padrões técnicos e exigências internacionais, com elevada mecanização industrial.

Também serão fabricados outros produtos, como o leite condensado, longa vida (UTH), achocolatados, iogurtes e diversos itens que agregarão ainda mais valor à matéria-prima regional.

Logística - O Grupo Vencedor, que possui mais de 20 anos de história no setor lácteo e é dono das marcas "Vencedor", maior fabricante nacional de mussarela em peça, "Marita" e "Heloisa", está presente no Estado desde 2002 e também possui três laticínios em operação na região sul.

Segundo um dos seus diretores, Francisco Bonagura, na hora de decidir sobre o destino da maior unidade do grupo, a logística (produtiva e de comercialização), o potencial de crescimento produtivo da pecuária leiteira sul-mato-grossense e o potencial energético (matriz elétrica, gás e maciço florestal) prevaleceram.

"O Estado possui logística privilegiada, tanto para a comercialização como no abastecimento das matérias-primas necessárias à fabricação de nossos produtos, além de outras facilidades que não encontramos em outros Estados", declarou Francisco.

Quanto ao potencial de crescimento da pecuária leiteira local, Bonagura garante, com base na experiência do grupo atuando na região, que é grande, e aposta na surpreendente capacidade de superação dos produtores sul-mato-grossenses, desde os pequenos da agricultura familiar aos médios e grandes.

O diretor ressaltou o bom desempenho registrado em Rio Brilhante, onde o grupo iniciou suas atividades no Estado, e observou a produtividade saltar de 15 mil litros dia para 90 mil. "O crescimento foi tão rápido que superou nossa capacidade de processamento na unidade", relata.

Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...
Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions