ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  03    CAMPO GRANDE 14º

Economia

Aguardando liberação, Camelódromo adota medidas de higiene

Estabelecimento comercial conta com quase 500 boxes e cerca de 800 trabalhadores

Por Gabriel Neris | 07/04/2020 14:29
Equipe de higienização limpa espaço interno no Camelódromo (Foto: Divulgação)
Equipe de higienização limpa espaço interno no Camelódromo (Foto: Divulgação)

O Camelódromo de Campo Grande está há mais de 15 dias com as portas fechadas e enquanto aguarda a possibilidade de liberação nos próximos dias, o estabelecimento comercial adotou procedimentos, como outros locais, para garantir a segurança e saúde dos frequentadores.

Entre as medidas estão à desinfecção de todo o prédio, disponibilização de álcool em gel, fixação de cartazes com orientações sobre prevenção ao Covid-19.

A ação foi possível através de parceria com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas). O Camelódromo conta atualmente com 473 boxes e cerca de 800 trabalhadores.

O presidente da Associação dos Vendedores Ambulantes, Narciso Soares dos Santos, aponta que houve a contratação de uma engenheira ambiental para elaboração do Plano de Contenção de Riscos com as medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus.

Segundo ele, os trabalhadores já estão sentindo os reflexos de tanto tempo com as portas fechadas. “Nós estamos fechados há mais tempo que o restante do comércio, isso tem gerado muita preocupação e até mesmo situações de necessidade, pois a maioria absoluta das pessoas que vivem do Camelódromo tem renda muito baixa e não tem como sobreviver sem o trabalho”, diz Narciso.