A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

17/12/2013 21:00

Air bags e freios ABS serão obrigatórios em todos os veículos em 2014

Wellton Máximo e Mariana Branco, da Agência Brasil

Os air bags e os freios ABS serão obrigatórios nos automóveis produzidos no país a partir do próximo ano, disse hoje o  ministro da Fazenda, Guido Mantega, depois de reunião com representantes da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), metalúrgicos e o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.

De acordo com o ministro, o governo estudará a criação de uma exceção para os veículos do tipo Kombi, que não tem similar no mercado e será extinta com a introdução dos novos itens. “Não houve resistência das montadoras em criar um waiver [perdão] para as Kombis porque o produto não tem concorrência. [A Kombi] não é caminhonete, não é automóvel. Não é veículo. É um produto diferente, sem similar”, explicou.

Segundo Mantega, a Fiat pediu que os veículos do modelo Mille também fossem isentos da exigência, mas não houve concordância das outras empresas porque o modelo tem similares produzidos por outras montadoras no país. Com a introdução dos air bags e do freio ABS, o veículo terá a fabricação extinta no próximo ano.

O ministro ressaltou que a obrigatoriedade dos itens de segurança preocupou o governo não tanto por causa do impacto nos preços dos veículos, que aumentarão de R$ 1 mil a R$ 1,5 mil, mas por causa do impacto no emprego. De acordo com os sindicalistas presentes na reunião, os itens de segurança poderão provocar de 10 mil a 15 mil demissões por causa da extinção das linhas de produção de determinados modelos e o impacto sobre o setor de autopeças.

De acordo com o ministro da Fazenda, o governo pediu um compromisso das montadoras para mudarem os empregados de setor e evitar o máximo possível as demissões. Um grupo de estudo entre representantes das montadoras e do governo analisará a possibilidade de os postos de trabalho serem preservados.

Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


KOMBI NÃO É VEÍCULO,
DA ESCOLA
FUGIRO NA KOMBI
Veículo, é todo e qualquer meio de transporte existente. Seja motorizado ou não. Por quaisquer vias

 
wilson gomides dos santos em 18/12/2013 09:17:06
Realmente, a Kombi é um OTNI "Objeto Terrestre Não Identificado"... Bom, mas vejamos pelo lado bom: se não é veículo, então não precisamos de habilitação para conduzi-lo e nem pagar IPVA, certo?! Já que a habilitação é para conduzir VEÍCULOS e o fato gerador do IPVA é a propriedade, plena ou não, de VEÍCULOS AUTOMOTORES... Vamos ver se eles vão isentar o pagamento do IPVA e permitir a condução sem CNH. Tá de palhaçada esse povo mesmo!!!
 
Lana Carolina Lübe em 18/12/2013 08:56:03
Opa! No jeitinho brasileiro conseguimos tudo! A KOMBI NÃO É UM VEíCULO???? Tá de brincadeira esse ministro.
 
Leonardo Zue Ferino em 18/12/2013 08:41:02
A kombi é um produto único e a VW sabe aproveitar bem isso, o problema é que pagar mais de 40mil num carro arcaico desse é um absurdo. Enfim, as novas regras são pra segurança do condutor, mas se você tiver coragem de pagar tão caro por uma kombi, ainda estará correndo risco de morrer em qualquer acidentezinho.
 
Willian Gomes Justi em 18/12/2013 01:54:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions