A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/06/2008 09:25

Alimentos mais caros puxaram inflação de 0,75% em maio

Redação

Os alimentos, em média 3% mais caros, puxaram o custo de vida do campo-grandense que em maio oscilou em 0,75% em comparação a abril, segundo o ICP (Índice de Preços ao Consumidor), divulgado nesta quinta-feira pela Uniderp. A inflação acumulada em Campo Grande nos últimos 12 meses é de 3,72% e em 2008 chega a 1,61%.

Em maio mais uma vez as carnes apresentaram fortes altas, chegando a 18% no caso do fígado e em  cortes como costela, ponta de peito e acém. Presente diariamente à mesa do consumidor, o arroz também teve expressivo aumento, de 23,3%.

Outros itens que aumentaram foram a batata (39,67%), tradicionalmente mais consumida em dias frios, melancia (35,32%), cenoura (34,84%) e pepino (27,92%).

O grupo Saúde também teve variação, de 0,59%, com destaque ao hipotensor e hipocolesterínico, com aumento de 2,36%, anti-infeccioso e antibiótico, com 2,30%, psicotrópico e anorexígeno, com 2,26%, e antimicótico e parasiticida, com 2,24%.

No grupo Despesas Pessoais foram registradas elevações nos preços, principalmente, do papel higiênico (7,87%), protetor solar (4,10%) e xampu (2,36%).

Os produtos que mais aumentaram os preços no grupo de Vestuário foram: saia (5,27%), lingerie (5,19%), bermuda e short feminino (4,34%). Finalmente, no grupo Educação, a elevação se deu, principalmente, devido ao aumento nos preços de artigos de papelaria (0,82%).

As quedas foram nos grupos Transporte (-1,01%) e Habitação (-0,33%). No primeiro, foram observadas quedas significativas nos preços da gasolina (-3,87%) e do álcool combustível (-0,77%). O preço da gasolina caiu por conta da disputa entre os postos. Já o diesel subiu 7%.

No grupo de Habitação, as maiores variações negativas na composição do índice foram registradas nos produtos inseticida (-5,25%), televisor (-4,95%) e lâmpada (-4,18%).

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions