A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/07/2013 16:58

Aneel garante que dívida da Enersul com produtores não vai caducar

Jéssica Benitez

Em reunião com o deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB), o diretor-auditor da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Edvaldo Santana, confirmou que a Enersul (Empresa de Energia de Mato Grosso do Sul) continuará obrigada a reembolsar em R$ 72 milhões os produtores rurais. E este valor não será rateado entre os 835 mil consumidores da concessionária de energia.

“O diretor da Aneel classificou essa possibilidade como sem propósito e afastou caducar a dívida, muito menos rateá-la entre os consumidores aumentando a tarifa”, disse o peemedebista. O diretor garantiu que não há possibilidade de anular normativa, aprovada pela própria agência, que garante o reembolso dos fazendeiros pelo investimento que, na verdade, deveria ter sido feito pela própria empresa de energia.

A polêmica começou quando, recentemente, o interventor da Enersul, Jerson Kellman, oficializou pedido à Aneel para “caducar” a dividia de R$ 72 milhões. Na época ele disse que se recebesse resposta negativa, iria ratear o débito entre os consumidores justificando que a companhia não tem condições de arcar com tal despesa. A dívida é oriunda de investimentos feitos por produtores rurais a partir de 2003 para estender rede elétrica na zona rural do Estado.

Mudança - Na ocasião, Santana se comprometeu em ouvir a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul antes de determinar novo grupo para assumir o comando da Enersul. O diretor adiantou que, até o momento, apenas a Energisa manifestou interesse encarar o desafio. Marquinhos, porém, tem dúvidas sobre a capacidade da empresa, já que a Energisa não tem estrutura tão grande para suportar a demanda da Enersul.

Santana acalmou o peemedebista e anunciou Em resposta, Santana anunciou extraoficialmente que o Grupo Gávea, do ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, cogita fechar parceria com a Energisa e entrar com investimento de R$ 2 bilhões para assumir o controle acionário da Enersul. A reunião ocorreu ontem à tarde em Brasília e durou uma hora e meia. Também esteve presente a assessora de assuntos econômicos da Aneel, Elvira Farias.

Marquinhos discute com direção da Aneel fim da intervenção na Enersul
O deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) se reunirá, nesta quarta-feira (24), em Brasília com o diretor auditor da Aneel (Agência Nacional de Energ...
Receita Federal paga R$ 43 milhões no último lote do Imposto de Renda em MS
A Receita Federal paga nesta sexta-feira (15) o último lote do IRPF (Imposto sobre a Renda da Pessoa Física), de 2017, que contempla 30.300 contribui...


vamos trabalhar marquinhos acho que sua maior vontade é ser funcionário da enersul pois diante de tantas coisa acontecendo no estado você quer discutir decisão de um funcionário da aneel que é a empresa que regulamenta as taxas de energia do brasil
 
DOUGLAS SILVA em 25/07/2013 04:46:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions