ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 25º

Economia

ANTT marca audiência pública para discutir relicitação da BR-163

Empresa que vencer licitação irá assumir a "Rota Pantanal", com extensão total de 379,60 km

Silvia Frias | 17/02/2023 09:59
Concessionária alegou prejuízos financeiros em acordo para entregar rodovia de volta. (Foto/Divulgação)
Concessionária alegou prejuízos financeiros em acordo para entregar rodovia de volta. (Foto/Divulgação)

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) realiza audiência publica no dia 22 de março para tratar da relicitação da BR-163, do entroncamento com a BR-262, em Campo Grande, até a divisa entre os estados de MS e MT. O trecho foi denominada de Rota do Pantanal e tem extensão total de 379,60 km.

A relicitação faz parte de acordo amigável firmado com a CCR-MSVia, em dezembro de 2019, que entregou a BR-163 alegando prejuízo financeiro e queda na expectativa de arrecadação.

No Diário Oficial da União de hoje, consta a nomeação dos servidores designados a colher sugestões e contribuições às minutas do edital e do contrato de concessão, ao Programa de Exploração da Rodovia e aos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental.

A sessão híbrida (virtual e presencial) da audiência será no dia 22 de março de 2023, em Brasília, com transmissão ao vivo no Canal ANTT no Youtube. Os trabalhos começam às 9h (horário de MS) e devem se prolongar até 17h. O período para conhecimento do projeto e o envio de contribuições escritas pelos usuários tem início no dia 27 de fevereiro e vai até as 18h do dia 13 de abril.

As informações específicas sobre a matéria, bem como as orientações acerca dos procedimentos relacionados à realização e participação na sessão da audiência, estão disponíveis, na íntegra, no site http://www.antt.gov.br - Participação Social - Audiência Pública nº 03/2023 e no Sistema ParticipANTT.

Para saber como contribuir, assista ao tutorial no Canal ANTT no YouTube.

Informações e esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos pelo e-mail ap003_2023@antt.gov.br.

Lotes – O trecho a ser tratado na audiência pública foi denominado de Rota do Pantanal e tem extensão total de 379,60 km. Estão previstas melhorias, tais como a duplicação de 67 km, 84 km de faixas adicionais, 2,5 km de vias marginais, implantação de travessias urbanas e dispositivos de segurança.

A tarifa básica de pedágio de pista simples está dimensionada no valor inicial de R$ 14,20 a cada 100 km aproximadamente.

Histórico – O trecho de 847,2 km foi submetido a leilão em 2013, sendo o contrato assinado em 12 de março de 2014 com a CCR-MSVia. A concessão fez parte da 3ª Etapa do Programa de Concessão de Rodovias Federais e iniciou as atividades em 11 de abril de 2014 sendo a cobrança de pedágio iniciada em 14 de setembro de 2015.

Na rescisão amigável, foi solicitada a devolução do trecho. Para garantir a continuidade dos serviços operacionais e manutenção da segurança aos usuários, bem como proporcionar ampliação de capacidade e melhorias no trecho rodoviário, a Infra S.A., a ANTT passou a analisar o trecho na sua extensão total de 847,2 km.

Durante a realização dos estudos de viabilidade e reuniões técnicas com a equipe do Ministério da Infraestrutura, atual Ministério dos Transportes, identificou-se a necessidade de dividir o lote inicialmente composto pelas rodovias BR-163/MS e BR-267/MS, com objetivo de viabilizar a concessão.

O trecho da BR-267/MS deverá compor o lote rodoviário denominado “Rota Tuiuiu”, tornando os trechos mais atrativos aos investidores e proporcionando à sociedade a oportunidade de se manifestar acerca das melhorias do trecho em dois momentos distintos, construindo um novo projeto de concessão, tendo em vista a incapacidade declarada da concessionária cumprir as obrigações assumidas na assinatura do contrato.

Nos siga no Google Notícias

Veja Também