A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/06/2011 09:19

Arrecadação de ICMS no mês de abril bateu R$ 406 milhões, valor recorde

Marta Ferreira

O mês de abril bateu recorde de arrecadação de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em Mato Grosso do Sul. O montante chegou a R$ 406 milhões, valor maior, inclusive, que os dos meses de dezembro e janeiro, que refletem as vendas de fim de ano e que tiveram receita em torno de R$ 390 milhões

Em comparação com o mesmo período do ano passado, o aumento da receita com o tributo em abril foi de 7% sobre os R$379 milhões registrados em abril de 2010.

No quadrimestre, o ICMS, principal fonte de renda do Estado, rendeu aos cofres do Estado R$ 1,5 bilhão, 16% a mais sobre o resultado de igual período do ano passado.

Nos últimos 12 meses, a soma do tributo atinge R$ 4,6 bilhões.

Temores- Este ano, as regras e o montante de ICMS arrecadados pelo Estado tem sido fonte de polêmica e preocupação frequente de queda nos valores. Em fevereiro e março, a quebra de safra por causa da chuva gerou a expectativa de redução do volume arrecadado, o que acabou não se confirmando, uma vez que as perdas na lavoura foram menos que o estimado.

Depois, o Estado comprou briga com os grandes centros, ao impor a cobrança de ICMS sobre as vendas na internet. O reflexo dessa mudança só deve ser sentido, para mais, quando for contabilizado o pagamento de tributo no mês de maio.

Este mês, surgiu um problema ainda maior: a derrubada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) de artigos da lei de incentivo fiscal de Mato Grosso do Sul, que concediam descontos no pagamento do tributo para atrair empresas.

Uma nova lei foi proposta à Assembleia Legislatiava e aguarda apreciação pela Casa.

Me recuso
Embora seja revelado o volume de encomendas feitas pela internet que estão paradas nos Correios, a Receita estadual pediu a cedência de mais uma sala...
TJ adia julgamentos sobre cobrança de ICMS para vendas na interne
Foi adiado hoje o julgamento pelo Órgão Especial do TJ (Tribunal de Justiça) dos pedidos do Walmart e da Magazine Luiza contra julga nesta tarde o...
Em encontro com governadores Mantega sinaliza com acordo para mudar ICMS
Governadores dos estados do Norte e do Nordeste entregaram hoje (15) à presidenta Dilma Rousseff um documento com dez propostas para o desenvolviment...


A Verdade é que nossos bolsos vêm sofrendo com a incidência de tantos impostos. Como também é verdade que este ICMS recorde têm servido para sustentar uma máquina administrativa cada vez mais pesada, cheia de regalias e favorecimentos que, em suas maioria só atingem a capital. E o interior, porque estes recordes de arrecadação não estão servindo também para fomentar o desenvolvimento no interior do Estado? Porque os repasses continuam tão pequenos à vista dos recordes mencionados? Devemos lembrar que a população vive nos municípios, e não só no Município de Campo Grande. O Governo do Estado deve conter sua gastança e começar a repassar valores dignos para os municípios.
 
Edson Junior em 22/06/2011 09:57:29
Usou o argumento que haveria queda na arrecadação para não dar aumento digno e agora como que fica vai aumentar a renda dos trabalhadores de novo dúvido kkkkkkk piada.....
 
Alex Correa em 22/06/2011 09:53:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions