A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/10/2016 19:40

Bancários aceitam proposta da Fenaban e encerram greve na Capital

Nyelder Rodrigues
Greve durou 32 dias em todo o país, prejudicando várias pessoas (Foto: Divulgação)Greve durou 32 dias em todo o país, prejudicando várias pessoas (Foto: Divulgação)

Os funcionários do Banco do Brasil e bancos privados - entre eles Bradesco, Itaú, HSBC, entre outros - de Campo Grande aceitaram a proposta apresentada pela Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e encerraram a greve após 32 dias de braços cruzados, em paralisação geral em todo o Brasil.

Com a decisão, tomada no início da noite desta quinta-feira (6), os bancários retornam ao trabalho já nesta sexta-feira (7). Além de Campo Grande, a greve deve acabar em outros 28 municípios da região e que integram o sindicato local.

Ainda na noite desta quinta-feira (6), funcionários da CEF (Caixa Econômica Federal) realizam reunião para definir se também retornam ao trabalho - como são estatuários, os trabalhadores da Caixa realizam decisão em paralelo.

Após longas negociações e negativas do Comando Nacional de Greve, a Fenaban apresentou proposta de 8% de reajuste, ainda abaixo dos 14,78% pedido, mas também ofereceu abono de R$ 3,5 mil, reajuste de 15% no vale-alimentação e de 10% no vale-refeição e auxílio-creche/babá para este ano.

Para 2017, o acordo firmado nesta quinta prevê reposição integral da inflação pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais 1% de aumento real.

Além disso, foram feitas propostas relativas às condições de trabalho, como proteção dos funcionários no caso de reestruturação do quadro de funcionários, ampliação de ausências legais e o compromisso de ampliação da inclusão de mulheres nas funções gerenciais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions