A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/01/2011 16:58

BB diz que contratos atuais sobre consignados continuam valendo

Fabiano Arruda

Vice-presidente do BB diz que "não há como abrir mão da exclusividade" em relação aos contratos antigos

A circular do Banco Central, divulgada hoje, não altera os contratos já assinados em Mato Grosso do Sul e em todo País prevendo a exclusividade para a realização de empréstimos consignados. Isso significa que os antigos contratos continuam valendo até o vencimento dos acordos.

É o que informou hoje o vice-presidente de negócios de varejo do BB, Paulo Caffarelli, em entrevista nesta sexta-feira à Agência Estado.

Segundo Caffarelli “não há como mudar os contratos antigos e não temos como abrir mão (da exclusividade já conquistada) até porque pagamos por essa exclusividade “.

O vice-presidente da instituição ainda afirmou que o Banco do Brasil continuará se defendendo de eventuais processos de bancos de menores que questionem a exclusividade. "Vamos nos defender. Até porque os contratos não são contra o banco, são contra as prefeituras, os Estados", afirmou.

Caffarelli acredita que todos os contratos existentes devem "migrar" para as novas regras - sem exclusividade - em um período de cerca de quatro anos. O período leva em conta o vencimento dos contratos atuais que, se forem renovados, não poderão ser assinados com essa cláusula.

Sobre os negócios do BB no consignado, o vice-presidente afirma que o cenário para o ano não será alterado diante da nova regra. As previsões para 2011 serão anunciados em breve, quando o banco anunciar novo balanço trimestral. Conforme o executivo, o BB é líder no mercado de crédito consignado, com participação de cerca de 35% do mercado e 5 milhões de contratos em vigor.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


Se é o Lider de mercado , porque necessitam tanto desta exclisividade, se praticam a menor "taxa" porque a defesa tão ferrenha em torno do consignado, o contrato diz respeito a folha de pagamento , e não aos empréstimos, me admira um administrador de tao séria instituição , ser defensor de uma matéria que vai contra os principios da CF , é ainda mais incompreensivel o Sr. Ministro do STJ insistir em manter algo Inconstitucional e mais ir contra a Decisão Unânime de 12 colegas Desembargadores que por mais de uma vez , deu a materia como encerrada derrubando a exclusividade, Agradeço a este meio de comunicação pela forma que conduz tal tema , convoco meus colegas servidores que se manifestem a respeito.
 
Peterson Leandro Rodrigues Silva em 15/01/2011 09:00:20
Servidores mineiros vão à Justiça contra exclusividade do BB http://www.uai.com.br/htmls/app
/noticia173/2010/04/20/noticia_economia,i=156377/
SERVIDORES+MINEIROS+VAO+A+JUSTICA+CONTRA+
EXCLUSIVIDADE+DO+BB.shtml
so falta nos servidores do MS entrar com açaocontra o banco do Brasil
 
Daniel Seles em 15/01/2011 01:43:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions