A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

30/03/2009 09:42

BC reduz estimativa de inflação para este ano

Redação

O Banco Central reduziu em 0,7 ponto percentual a projeção de inflação para este ano. Segundo o Relatório Trimestral de Inflação, a inflação deve ficar em 4%, abaixo do centro da meta para o ano, estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional, de 4,5%.

A inflação oficial é medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e é perseguida pelo Banco Central, que usa como instrumento de controle a taxa básica de juros, a Selic. Quando os preços estão em alta, o BC aumenta a Selic e reduz quando ocorre o inverso.

Segundo o relatório, a redução da projeção para a inflação reflete a redução da atividade econômica no quarto trimestre de 2008, que de "certa forma" se sobrepõe "aos efeitos da redução da taxa básica de juros determinados pelo Copom [Comitê de Política Monetária do Banco Central] em suas duas últimas reuniões", diz a ata. Na reunião de janeiro, os juros básicos foram reduzidos de 13,75% para 12,75% e em março, a Selic caiu para 11,25% ao ano.

Para 2010, o Banco Central revisou a projeção para a inflação de 4,2% para 4%. Para o primeiro trimestre de 2011, a estimativa é de 3,9%.

Essas projeções do Banco Central dizem respeito ao cenário de referência, que se pressupõe que a Selic será mantida no atual patamar e o câmbio em R$ 2,35.

No relatório, há também as projeções para a inflação no "cenário de mercado", em que as projeções são feitas com base nas estimativas para a Selic e taxa de câmbio de analistas de mercado consultados pelo Banco Central.

Nesse cenário, a inflação em 2009 deve ficar em 4,1%, percentual 0,4 ponto percentual inferior à constante do último relatório, divulgado em dezembro. Para o próximo ano, a estimativa passou de 4,3% para 4,4%. Para o primeiro trimestre de 2011, a estimativa é de 4,3%.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions