A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

21/07/2011 16:28

Cai número de famílias endividadas em Campo Grande, segundo pesquisa

Marta Ferreira

Diminuiu em julho o número de famílias campo-grandenses endividadas. É o que mostrou a Pesquisa do Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgada hoje pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

O levantamento revelou que, de junho para cá, 26 mil famílias se livraram de contas como parcelas no cartão de crédito, no carnê ou financiamentos.

De acordo com a pesquisa, o percentual de famílias comprometidas com dívidas é de 48% em julho. Essas famílias devem no cheque pré-datado, no cartão de crédito, tem carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros.No mês anterior, esse percentual era de 59%.

O percentual de famílias com contas em atraso também diminuiu, de 29% a 22%. Da mesma forma, caiu de 8% para 7% o número de famílias que declararam não ter condições de quitar seus compromissos.

O maior responsável pelas dívidas é o cartão de crédito, com 69,4% das respostas dos que tem dívidas. Outros 23,7% têm prestações de carnês e 10,8% se comprometeram com o crédito pessoal. O financiamento de carro é citado apontado por 9,1%.

Dentre os entrevistados, a maior parte, 37,5% informaram que estarão comprometidos com as dívidas por mais de um ano.

O presidente da Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul), Edison Ferreira de Araújo, faz uma análise positiva do quadro. “O consumidor está colocando as finanças em ordem mas, ao mesmo tempo, também está consumindo mais e mais propenso a comprar, o que traz boas perspectivas para o setor terciário”, avalia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions