A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Julho de 2018

05/02/2018 14:05

Carnaval deve movimentar R$ 48 milhões no comércio de Campo Grande

Maioria pretende gastar com comida, bebida e viagem; Corumbá é o principal destino

Osvaldo Júnior
Foliões na Orla Ferroviária, em Campo Grande, no ano passado (Foto: Alcides Neto/Arquivo)Foliões na Orla Ferroviária, em Campo Grande, no ano passado (Foto: Alcides Neto/Arquivo)

O comércio de Campo Grande deve movimentar R$ 48,19 milhões durante o Carnaval deste ano, valor 18% maior que os R$ 40,19 milhões estimados nos dias de folia de 2017. Os números fazem parte de levantamento feito pelo IPF-MS (Instituto de Pesquisa da Fecomércio-MS) em parceria com a Sectur ( Secretaria Municipal de Cultura e Turismo) e a Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Conforme a sondagem, divulgada nesta segunda-feira (05), a maior parte dos consumidores terá despesas com comida (40,97%), seguida dos seguintes gastos: bebidas (30,73%), viagem (5,96%), fantasia (5,03%), entre outros dispêndios com participações menores.

Tipos de gastos – Com alimentação, a maior parte dos entrevistados (48,34%) pretende gastar valor médio de R$ 26 a R$ 50. No caso de bebidas, as despesas da maioria (42,8%) devem variar de R$ 31 a R$ 50.

Transporte – No setor de transporte, os motoristas de Uber podem elevar, de modo acentuado, seus rendimentos durante os dias de festa. A pesquisa mostra que esse tipo de transporte será o segundo mais usados pelos foliões, com 12,10% das preferências. Fica atrás apenas do carro, com 32,74%.

Os demais meios de transporte mencionados foram: ônibus (9,25%), moto (6,41%), taxi (0,36%). Dos entrevistados, 22,06% não responderam e 17,08% disseram que não vão usar nenhum transporte.

Destinos e programas – Dos campo-grandenses que responderam a pesquisa, 15,9% planejam viajar, dos quais a maioria quer ir a Corumbá (24,39%. Os demais destinos citados foram Bonito (12,20%), Rio Verde (7,32%), Santa Catarina (7,32%), Bodoquena (4,88%), Dourados (4,88%) e São Paulo (9,76%).

Também foi perguntado às pessoas o que querem fazer durante o Carnaval. As respostas foram as seguintes: ficar em casa (30,81%), ir a um bloco de rua (13,51%), ir à casa dos amigos (8,11%), assistir a desfiles (8,11%), passear com a familiar (7,03%), visitar familiares (7,03%), entre outros programas.

Na pesquisa, foram ouvidas 270 pessoas entre 30 de janeiro e 1º de fevereiro em dez pontos distintos da cidade, com margem de confiança de 95%

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions